Economia

Foto: Tharson Lopes

O secretário da Indústria e Comércio do Tocantins, Eudoro Pedroza, coordenou os trabalhos do primeiro Encontro de Negócios sobre a Ferrovia Norte-Sul, realizado nesta terça-feira, 10, em Miracema do Tocantins, uma iniciativa do governo do Estado em parceria com a Valec Engenharia, Construções e Ferrovia S/A e a Construtora Norberto Odebrecht, empresa responsável pela construção do trecho Miracema/Palmas. “A Ferrovia Norte-Sul é uma realidade que cada vez mais diz respeito não apenas ao futuro do Brasil, mas ao presente do Tocantins”, declarou o secretário Pedroza justificando a necessidade do encontro e lembrando que como a obra passa longe dos centros urbanos, muita gente parece não acreditar no que está acontecendo.

Depois das falas das autoridades, os participantes puderam conhecer melhor o projeto da Norte-Sul e seu traçado no Tocantins. O consultor comercial da Ferrovia Norte-Sul Josias Gonzaga fez um relato detalhado do andamento das obras, implantação das plataformas multimodais, cronograma de realização, investimento, mão-de-obra envolvida e projeções sobre cargas e movimento de mercadorias. Coube ao engenheiro Pedro Leão, responsável pela área de construção da Odebrecht, falar sobre as oportunidades de negócios que serão geradas neste trecho que está sendo construído pela empresa.

“Nunca tivemos esse tipo de oportunidade antes, mas agora estamos sendo lembrados e ficamos muito satisfeitos com as perspectivas de negócios que surgiram”, disse a presidente das Associações das Indústrias de Confecções de Palmas, Leila Miranda Muradas, depois de negociar a confecção de uniformes para a empresa. Dona Leila explica que, sozinha, uma empresa não consegue atender uma multinacional que tem um alto nível de exigência, mas que juntando várias empresas isso fica mais fácil.

O empresário Elpidio Rodrigues considera o encontro bastante proveitoso. Ele que reclamou do prazo exíguo para a entrega de produtos ficou satisfeito com o que ouviu do engenheiro Pedro Leão. “Estamos saindo daqui com o compromisso de que devemos buscar formas de contemplar os fornecedores locais quanto aos prazos que conseguimos cumprir”, garantiu o engenheiro, em resposta ao empresário que pretende fornecer eletrodomésticos para a empresa.

A diretora geral da Organização Jaime Câmara, Fátima Roriz, elogiou a iniciativa que considera oportuna por levar esclarecimento à população, que assim poderá aproveitar melhor as oportunidades que estão surgindo. Fátima ainda sugeriu a colocação de painéis de divulgação nos municípios beneficiados com arrecadação de impostos que estão sendo gerados pela obra como medida de transparência. Na sua opinião, a população, sabendo de onde vem os recursos, vai poder cobrar dos gestores uma melhor aplicação. A secretária do Trabalho e Desenvolvimento Social, Valquíria Rezende, anunciou que a partir de agora o Serviço Nacional do Emprego (Sine) vai participar desse processo ajudando na qualificação, triagem e seleção de trabalhadores para a obra.

Prestigiaram ainda a solenidade: o prefeito de Barrolândia, Jair Venâncio; o presidente da Federação das Associações Comerciais e Industriais do Tocantins (Faciet) Jarbas Meurer; os presidentes das Associações Comerciais e Industriais de Miranorte Célio Nogueira, de Paraíso do Tocantins Carlos Roberto Bandeira Labre e de Miracema Maércio Coelho; o coordenador da Diretoria de Parcerias Público/Privada da Secretaria de Planejamento, José Célio; o assessor especial da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Corombert Leão, que representou o secretário Roberto Sahium; o gerente do Banco do Brasil de Miracema, Pedro Jurandir; outras autoridades e lideranças classistas, além de um grande número de empresários de Miracema e região.

Fonte: Secom

Por: redação,

Tags: Economia, Miracema do Tocantins