Estado

O governador Marcelo Miranda e a ministra da Secretaria Especial de Política para as Mulheres, Nilcéia Freire, assinam, nesta quarta-feira, 02, às 11h, na sala de reuniões do Palácio Araguaia, em Palmas, um acordo de cooperação técnica para desenvolver, no Tocantins, o projeto "Trabalho, Artesanato, Turismo e Autonomia das Mulheres". Antes da solenidade, o governador recebe a ministra em audiência, em seu gabinete, às 10h30.

O Tocantins é um dos primeiros estados brasileiros a assinar o termo para o projeto federal, que visa qualificar como artesãs as mulheres que, hoje, atuam como mão-de-obra em atividades que estão se encaminhando à industrialização.

No Estado, a iniciativa tem como meta beneficiar 4.500 mulheres em 14 cursos de formação, baseados no melhor aproveitamento de recursos naturais como capim dourado, buriti e babaçu, sem degradar o meio ambiente.

Serão beneficiadas mulheres de 13 municípios: Palmas (oficinas geração de renda intercaladas com palestras sobre saúde e cidadania) região do Jalapão (capacitação para uso racional e diversificado do capim dourado) e Bico do Papagaio (artesanato em babaçu e buriti).

O projeto será desenvolvido pela Fundação Cultural do Estado, através de parceria com a Secretaria Especial de Política para as Mulheres e com o Ministério do Turismo.

Além de deslocar a capacidade produtiva das mulheres para outra área da economia, o projeto visa incentivar o trabalho cooperado das artesãs e afirmar o espaço produtivo das mulheres. De acordo com o planejamento do projeto, a comercialização da produção será feita diretamente pelas mulheres, nas rotas turísticas do interior do Tocantins e na Casa do Artesão, loja que será instalada no centro de Palmas.

Aafeto

A ministra Nicéia Freire abre a agenda desta quarta-feira, às 9h, visitando núcleos do projeto Aafeto – Apoiando e Acreditando nas Famílias do Tocantins, na Quadra Arno 42 e no Jardim Aureny III.

Idealizado pela primeira-dama Dulce Miranda, o projeto Aafeto visa levar às mulheres chefes-de-família autonomia, oferecendo cursos de geração de renda que levem a produção de peças artesanais de competitividade no mercado.

Pela Aafeto, já são oferecidos cursos como os de corte e costura, pintura em camisetas, bordado em tecido e pintura em cerâmica.

Perfil

Nascida no Rio de Janeiro (RJ), Nilcéia Freire ocupa o ministério desde janeiro de 2004. Ela é médica e professora universitária, formada pela Faculdade de Ciências Médicas da UERJ - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, instituição da qual foi reitora entre 2000 e 2003.

 

Fonte: Secom

Por: Redação

Tags: Estado, turismo