Cultura

Foto: Divulgação

O pão é a matéria-prima do artista plástico Marcos Dutra, na instalação “O pão nosso de cada dia” que será aberta às 19h desta sexta-feira, 11, na Galeria de Arte Mauro Cunha, na Fundação Cultural do Tocantins. As visitações poderão ser feitas de 14 a 31 de julho, em horário comercial.

A instalação é composta por vários pães feitos também em barro, resina, tinta, metal e gesso. O trabalho tem como objetivo fazer um alerta à sociedade da falta de alimento na mesa, representado no pão francês de cada dia, expressando temas e sentimentos como a fome, a família e a infância marcada pela adversidade.

A exposição será acompanhada por um texto homônimo ao título que versa sobre sua inspiração e motivação, como segue o trecho: O que significa “o pão nosso de cada dia”? Onde estará o pão de amanhã? Como poderei alcançar meu amanhã, meu alimento, minha sobrevivência”?. A curadoria da instalação do artista plástico Marcos Dutra é de Edgardo Arenas.

Fonte: Fundação Cultural