Meio Ambiente

Foto: Divulgação

Operação realizada pela equipe da Unidade Regional do Naturatins de Paraíso do Tocantins, na noite desta terça-feira, 8, na entrada da cidade de Monte Santo, resultou na apreensão de 43 quilos de pescado das espécimes piau e pacu. O município é rota de passagem de pescadores que realizam a pesca ilegal em rios e lagos dos municípios de Caseara e Araguacema.

Os peixes foram recolhidos por seus condutores não apresentarem a licença para pesca, transportarem quantidade acima do permitido e com tamanhos inferiores ao especificado pela legislação ambiental.

Um dos infratores que seguia para Paraíso do Tocantins foi multado em R$ 860,00 e outro que ia para Brasília (DF) recebeu multa no valor de R$ 744,87. Um terceiro homem, visivelmente embriagado, se evadiu do local em uma motocicleta e não foi multado.

O pescado foi doado para famílias carentes que vivem nas Vilas Mamona e Regina, e em uma área verde do município de Paraíso do Tocantins.

Ações

Na segunda-feira, 07, a equipe de fiscalização do Naturatins multou proprietários de duas cerâmicas de Paraíso do Tocantins por extraírem argila em local permitido e sem a licença ambiental. Ambos foram multados em R$ 7.800,00. Os fiscais também embargaram as obras e notificaram os proprietários a regularizarem seus empreendimentos. No mesmo dia foi recolhida uma tarrafa encontrada às margens do rio do Coco, próximo a cidade.

Já nesta terça-feira, 08, o Naturatins fez a doação, à Prefeitura Municipal de Paraíso do Tocantins, de 47 m³ de madeiras (apreendidas em operação de fiscalização). Conforme o plano de utilização apresentado, o material será utilizado na construção de pontes na zona rural do município.

Fonte: Secom