Palmas

Depois da temporada de férias, o Palmense iniciará o mês de agosto com um dos melhores gêneros da música brasileira. É o projeto Choro Expresso, que chega a Palmas, com apoio da Fundação Cultural de Palmas, neste sábado, 02, às 17h, com apresentação do músico Manasses de Sousa, na grande Praça do Espaço Cultural. Na ocasião, também se apresentarão os grupos locais, Instrumentaris e U-toc.

De acordo com o produtor do Projeto, Zelito Passos, o Choro Expresso foi idealizado e lançado em Brasília no ano de 2005. Em 2008, realiza apresentações musicais em praças públicas de três capitais da região central do Brasil e uma da região norte: Brasília/DF, Goiânia/GO, Cuiabá/MT e Palmas/TO serão visitadas pela caravana cultural, sendo que Palmas é a terceira cidade a ser visitada. Em cada cidade são selecionados grupos de destaque no movimento de choro e música instrumental locais, os quais, no dia do evento, se apresentam ao lado de um instrumentista nacional consagrado.

Em Palmas o show será realizado ao ar livre em um caminhão palco dotado de som e luz de última geração. Juntamente com os espetáculos, o projeto Choro Expresso realizará o levantamento e registro em CD-Coletânea dos principais talentos da modalidade nas quatro capitais que visitará. O objetivo principal é a preservação, registro e difusão do Choro, permitindo o resgate de sua memória, a exposição de sua renovação e a popularização do estilo. O CD produzido será cedido a instituições culturais, escolas de música e bibliotecas.

O Choro Expresso tem patrocínio e apresentação da Petrobras e a realização e produção é da produtora brasiliense Cultura em Movimento Produções.

Manasses de Souza

É instrumentista, criador, compositor, arranjador. Nas suas excursões internacionais tocou com Bernad Lavillier, Mercedes Sosa, Pablo Milanez. Mais tarde voltou a se apresentar no Velho Mundo e na União Soviética, já como solista.

Tocou com quase todos os grandes nomes da MPB, Roberto Carlos, Fagner, Nara Leão, Gal Costa, Chico Buarque, Zé Ramalho, Elba Ramalho, Morais Moreira, Amelinha, Dominguinhos, Luiz Gonzaga e Raul Seixas, entre outros, além do pessoal do Ceará, Belchior, Ednardo e Fausto Nilo.

A carreira solo, como instrumentista, começou em 1978, quando gravou o LP "Pra você". Posteriormente, em seu estúdio Olho D'água gravou em 1997 o CD "Nômade". Remasterizou e relançou em formato de CD o disco 'Pra você". Lançou o CD "A Música Universal de Manassés" , uma coletânea de músicas retiradas das gravações anteriores e iniciou as carreiras de produtor e arranjador.

 

Fonte: Ascop com informações da produção do projeto

Por: Redação

Tags: cultura, Palmas