Polí­tica

A senadora Kátia Abreu faz no próximo dia 13 de agosto de 2008, quarta-feira, na Universidade Federal do Tocantins, na Capital, a palestra “O peso da carga tributária no crescimento do país”. A palestra está prevista para as 19 horas, no auditório CUICA. Kátia Abreu atende a uma solicitação da coordenação do Curso de Economia da UFT, por intermédio da professora Yolanda Abreu. O painel a ser mostrado por Kátia Abreu já foi apresentado pela senadora em diversas Capitais do país no primeiro semestre deste ano.

Na palestra, a senadora Kátia Abreu mostra que no Brasil, quem ganha menos, paga mais impostos. O assalariado que recebe até dois salários mínimos (R$ 760,00) deixa nos cofres do governo todos os meses R$ 371,11 (48,33% do seu pagamento). Já quem ganha acima de 30 salários mínimos (R$ 13.000,00) paga 26,24% de imposto (R$ 3.317,00). E mais: quando o consumidor adquire um quilo de carne está pagando, no preço do produto, 18,7% de imposto ao governo. Se ele resolver comprar um litro de óleo de soja, estará depositando 21,65% nos cofres federais. No carro popular, o valor é maior: o governo federal abocanha 38,75% do valor que o consumidor paga na revendedora.

A palestra é ilustrada com números do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário e planilhas do próprio governo federal, acessadas no IPEA, Ministérios do Planejamento e da Fazenda, Secretaria do Tesouro Nacional e IBGE. Ali pode-se ver que em 2007, o brasileiro pagou de imposto ao governo federal nada menos que 36,1% do PIB (toda a riqueza nacional), o que equivale a um montante de R$ 923 bilhões. A carga tributária brasileira já chega a 74 impostos, sendo que desde 1.988 já foram produzidos pelo governo federal nada menos que 236 mil normas tributárias, ,o que significa 34 normas tributárias por dia nos últimos 20 anos.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa Senadora Kátia Abreu

Por: Redação

Tags: Kátia Abreu, Política, UFT