Estado

O Governo Federal enviou projeto de lei ao poder legislativo para ajuste do orçamento de 2008, elevando em mais de cinco vezes o número de contratações previstas para o exercício.

A peça aprovada em março deste ano fixava as contratações em cerca de 13 mil cargos. No entanto, atendendo principalmente a necessidades do ministério da Educação, o Planalto decidiu requerer a contratação de outros 72 mil funcionários.

Do total incluído, cerca de 60 mil consistem em professores e técnicos administrativos, o que deverá dificultar a posição de oposicionistas às medidas, dado o seu apelo social.

Aumento da máquina

Segundo dados do ministério do Planejamento, o poder executivo possui cerca de 530 mil funcionários, mais de 40 mil funcionários além do existente em 2003, ano que marcou o início do governo do Presidente Luís Inácio Lula da Silva.

Encaminhada ao Congresso, a proposta ainda deverá demorar a entrar na pauta de votações, uma vez que precisa passar pela Comissão mista de Orçamento antes de seguir ao plenário das duas casas.

Fonte: InfoMoney

Por: Redação

Tags: Estado