Estado

Foto: Divulgação

Conhecer a realidade dos beneficiários dos programas habitacionais desenvolvidos no Estado é um dos objetivos da Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano com a realização do diagnóstico sócio-econômico, que está sendo aplicado em 30 municípios, com mais de 11 mil famílias, nas diversas regiões do Estado.

Além de dados gerais sobre a composição familiar, também são levantadas informações sobre a renda, situações de habitabilidade, a infra-estrutura da localidade e dados sobre a qualificação profissional dos beneficiários.

Com base nesses dados é possível saber quais equipamentos públicos faltam nas localidades, o déficit habitacional ou a quantidade de moradias em estado precário, informações que serão úteis na implantação de novas ações.

Nas entrevistas, os beneficiários também escolhem qual curso de geração de renda têm interesse em fazer. A dona de casa Maria Alves, que mora com a família em uma casa cedida, no município de Lizarda, na região do Jalapão, e que será beneficiada com uma das 85 casas que serão construídas no município, escolheu participar do Curso de Panificação, acreditando que esse novo conhecimento pode contribuir para aumentar a renda familiar.

Além do diagnóstico sócio-econômico, a Secretaria também capacitou equipes técnicas dos municípios para elaboração do diagnóstico municipal, que compreende informações mais amplas e detalhadas sobre o município.

A intenção da Secretaria é ampliar a realização do diagnóstico até alcançar todos os beneficiários dos programas nos 139 municípios tocantinenses.

 

Fonte: Secom

 

Por: Redação

Tags: Estado, Habitação