Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado federal e presidente regional do PMDB, Osvaldo Reis, falando com exclusividade ao Conexão Tocantins, nesta quarta-feira, 10, negou informação veiculada por um site da capital, Palmas, de que estaria deixando o palanque da candidata Nilmar Ruiz (DEM) para subir no palanque do petista Raul Filho.

Segundo a informação veiculada no site, Osvaldo Reis, o presidente da Assembléia, Carlos Gaguim (PMDB) e o senador Leomar Quintanilha (PMDB) fariam o anúncio da decisão nesta quinta-feira, 11.

Reis disse que nesta época de campanha “principalmente em um estado muito jovem, muito heterogêneo, sai informação de toda natureza” segundo o deputado ele nunca falou para ninguém que iria tomar qualquer tipo de posição “embora eu não esteja no palanque da Nilmar”, afirmou. Reis disse que a informação tem dois erros: “primeiro que eu estou saindo do palanque da Nilmar; eu não fui no palanque da Nilmar. Segundo, não fui e não disse que vou para o palanque do Raul”.

Para o deputado os boatos das informações veiculadas se devem ao fato de ele não estar em palanque nenhum, “estamos em um processo democrático, todo mundo fala o que quer em época de campanha e não há razão para aceitar ou contestar”. Segundo Reis, isto foi apenas um comentário, “não houve uma entrevista do deputado Osvaldo Reis e creio que também não foi do senador, mas a pessoa comenta”. Reis disse que o que ele acha ruim mesmo, é xingar os outros no palanque “coisa do João Oliveira (DEM) que gosta de xingar os outros”, alfinetou.

A matéria veiculada também informou que o pivô das articulações que estariam conquistando as lideranças do PMDB seria o prefeito em exercício de Palmas, Derval de Paiva (PMDB). Segundo Reis quase todos os dias ele conversa com Derval e na semana passada ele (Reis) estava no aeroporto e Derval foi até lá para conversarem, “conversamos uns quinze minutos”, disse. A conversa, segundo Reis, se deu no dia seguinte à vinda do Ministro do Planejamento Paulo Bernardo, à Palmas, quando veio declarar apoio à candidatura de Raul Filho.

Na noite anterior em evento na Cristal Halls, que contou com a presença de Bernardo, Raul, empresários e outras lideranças políticas, Derval foi o primeiro a se pronunciar e disse na oportunidade que teria que sair mais cedo para em “muito breve dar boas notícias a Raul”.

Nilmar Ruiz e as pesquisas

Osvaldo Reis disse que as últimas pesquisas do Ibope coincidem com a opinião pública, mas que tudo muda dentro de trinta dias. “Quem dá opinião hoje pode mudar amanhã”. Reis, entretanto, disse que não contesta pesquisas “a gente sabe que os números hoje são uma realidade”.

 

Umberto Salvador Coelho