Polí­tica

Passados quatro dias da data de entrega da intimação em que era obrigado a retirar o painel frontal de seu comitê, que detém dimensões irregulares de acordo com a legislação eleitoral, e por não tomar as devidas providências, o comitê do candidato a reeleição Alexandre Abdalla (PR), ontem, segunda-feira, 22, a visita de Oficiais de Justiça, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

Por determinação da Justiça Eleitoral a placa teve que ser retirada e a decisão só foi cumprida com a ação da polícia. O TRE já havia determinado que o painel fosse "retirado imediatamente (na data da intimação)", como diz a determinação judicial, referente ao recurso eleitoral n. 525, de 17 de setembro de 2008.

De acordo com decisão foi aplicada multa individual de R$ 5.320,50, tanto para o candidato Abdalla, quanto para sua coligação "Gurupi Não Pode Parar", e ainda, mais R$ 5 mil de multa diária pelo não cumprimento da ordem judicial. A Assessoria Jurídica de Abdalla recebeu o termo no último dia 18 de setembro.

Segundo a assessoria de imprensa da candidata Josi Nunes, em breve devem também ser alvos de multas e determinações de retirada por força policial, os adesivos irregulares, que não possuem CNPJ e o nome de coligação, que ainda circulam pela cidade distribuídos por Abdalla e os cartazes que vinculam a imagem do presidente Lula, que apóia Josi, ao candidato da União do Tocantins.