Economia

A Brasil Ecodiesel está próxima do colapso após ter os seus contratos de fornecimento de biodiesel cancelados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Com a rescisão, a empresa deixará de vender 63,6 milhões de litros de biodiesel. Levando-se em conta que o preço ofertado nos leilões 47 e 48 da ANP, ficou entre R$ 2,612 e R$ 2,616 por litro, o volume equivale a uma receita de aproximadamente R$ 166,2 milhões que deixará de ser apurada pela companhia. O valor representa mais que o triplo da receita bruta da empresa no segundo trimestre de 2008 que foi de R$ 53,3 milhões.

A decisão foi divulgada no Diário Oficial da União na última segunda-feira, 22, dia anterior a renúncia do seu diretor de Relação com Investidores, Ricardo Viana, e do anúncio da hipoteca da unidade de esmagamento localizada em São Luiz Gonzaga, no Rio Grande do Sul.

O motivo do cancelamento alegado pela ANP foi a falta de entrega do combustível ao longo do terceiro trimestre. O órgão do governo é o único responsável pela venda interna de biodiesel no País.

Procurada pelo DCI , a Brasil Ecodiesel afirmou por meio de sua assessoria de imprensa que a direção da empresa está se reunindo essa semana e nos próximos dias deve informar ao mercado os próximos passos da companhia. Em nota ao mercado, informou no dia da publicação da rescisão que havia sido surpreendida pela adjudicação e homologação dos resultados dos leilões.

A rescisão do contrato não poderia ter sido em pior momento. No último trimestre a empresa registrou seu terceiro prejuízo seguido e as ações seguem em queda contínua. "Consideramos que a punição da ANP terá impacto negativo na geração de caixa da empresa", avaliou André Segadilha, gerente de análise da Prosper Corretora.

O analista ressaltou ainda que a estratégia de alterar a base de produção (de mamona e pinhão para soja) se mostrou inadequada, à medida que o preço da soja apresentou forte alta reduzindo assim as margens da companhia.

Ontem as ações da Brasil Ecodiesel fecharam a R$ 1,73 com queda de 0,57%. Na abertura de capital da companhia, em novembro de 2006, sua ação estava cotada a R$ 12,00.

Mesmo com a maior empresa do setor apresentando problemas financeiros, a produção de biodiesel no País segue acelerada e já supera o volume total de 2007, com 557,6 milhões de litros. A Brasil Ecodiesel participou até agosto com 98,4 milhões de litros.

 

Fonte: DCI - Diário do Comércio & Indústria

Por: Redação

Tags: ANP, Biodiesel, Brasil Ecodiesel, Economia