Campo

Obedecendo determinação judicial, 96.850 animais foram retirados da Ilha do Bananal pelos seus proprietários. Todos os bovinos foram devidamente vacinados contra febre aftosa, resguardando a sanidade do rebanho dos estados do Tocantins, Mato Grosso e Goiás. A operação de retirada do rebanho pertencente a retireiros foi determinada em março deste ano pela Justiça Federal, e contou com o apoio da Polícia Federal, de oficiais da Justiça, da Funai – Fundação Nacional do Índio e das Agências de Defesa dos três estados envolvidos.

A maior quantidade de animais saiu pelos sete corredores sanitários do Tocantins. Ao todo, foram 75.333 bovinos transportados para outras regiões do Estado ou destinados ao abate (1.146 cabeças). Pelo estado do Mato Grosso, saíram 5.645 animais e por Goiás foram 15.872 cabeças de bovinos transferidas para outras regiões.

Segundo o presidente da Adapec, Humberto Camêlo, o número de animais retirados condiz com os últimos dados de vacinação contra a febre aftosa feita em 2007, quando foram imunizados pouco mais de 92 mil cabeças de gado. "Levando-se em consideração os nascimentos, mortes e abates do rebanho, a quantidade de bovinos retirada atendeu a nossa expectativa", explicou o presidente, acrescentando que todos os anos os órgãos de defesa sanitária dos três estados faziam a vacinação dos animais, uma operação que ficava onerosa e que agora foi reduzida somente para os bovinos dos indígenas.

O prazo para o transporte desses animais para outro local terminou no último dia 15 de setembro, quando foi iniciada a vacinação contra febre aftosa dos animais pertencentes aos indígenas tocantinenses. Exatamente 2.730 bovinos receberam a dose da vacina antiaftosa e permanecem na Ilha. A vacina foi custeada pela Adapec e a imunização realizada pelos técnicos agropecuários da Agência.

Histórico

A decisão de retirada dos animais e pertences de fazendeiros da Ilha é resultado de um processo iniciado em 1999. Segundo a Justiça, os animais e retireiros causavam danos ao ecossistema colocando em risco a fauna e a flora da região, além de prejudicar os indígenas.

Cercada pelos rios Araguaia e Javaés, a Ilha do Bananal é a maior ilha fluvial do mundo, com uma área aproximada de dois milhões de hectares.

 

Fonte: Adapec

Por: Redação

Tags: Adapec, Gado, campo, ilha do bananal