Economia

Profissionais da área do setor de madeira e móveis se reúnem no auditório do Senai, a partir das 8h, durante o primeiro Workshop Tecnológico para o setor de madeira e móveis do Tocantins nesta quarta-feira, 8 em Araguaína. Englobados ao tema “Construindo Projetos e Propostas para o Desenvolvimento do Setor” acontece mesa redonda, palestra, bate-papo e apresentação de instituições.

Na área de tecnologia, os participantes ouvirão sobre o processo de fabricação, abordando planejamento, técnicas de alto desempenho com MDF e madeira e otimização de resultados. Sobre gestão técnica será abordado aproveitamento de layout e utilização de equipamentos.

No período da tarde haverá a apresentação das “Ofertas de Apoio”, onde as propostas de suporte que as instituições estaduais podem oferecer serão detalhadas aos participantes. Na programação ainda estão incluídos um bate-papo tecnológico e visita a Época – Exposição do Pólo Comercial de Araguaína.

O Workshop é realizado pelo Projeto Estruturante de Madeira e Móveis da Região Norte do Brasil e parceiros, que tem o objetivo de integrar os projetos da cadeia produtiva de madeira e móveis desenvolvidos pelo Sebrae na Região Norte. Visando a melhoria de competitividade e da participação das empresas no mercado, por meio da oferta sustentável de matéria-prima e agregação de valor aos seus produtos.

Projeto busca referência no maior pólo brasileiro

O Projeto Estruturante de Madeira e Móveis tem trabalhado ativamente em função de criar aqui no estado um grupo atuante no fortalecimento da cadeia produtiva, composto pelas instituições públicas e privadas, com interesse no desenvolvimento produtivo de sindicatos e empresários do setor.

Uma das ações de destaque, já realizada este ano, foi a visita ao Pólo Moveleiro de Ubá - MG, no mês de agosto. É considerado o principal Pólo Moveleiro de Minas Gerais e um dos maiores do país, formado basicamente por micro e pequenas indústrias, que representam a principal atividade econômica da região e o mais importante arrecadador de impostos. O Pólo reúne em média 400 indústrias de móveis e 132 empresas fornecedoras, gerando cerca de 20.000 empregos diretos e indiretos.

Em Ubá, representantes do Sebrae, Senai, Fieto, UFT, Siman, Associação de Móveis de Colinas e Associação de Móveis de Guaraí conheceram as estratégias utilizadas pelas instituições de desenvolvimento local, realizaram rodada de negócios com empresários da região e vistaram empresas de grande porte como Itatiaia, Dimetal, Matos e Lopes, Sier, Mademarques.

 

Fonte: Assessoria de imprensa do Sebrae

Por: Redação

Tags: Economia, Madeira, Movéis, Tecnológico, Workshop