Economia

Em assembléia geral realizada nesta terça-feira, 07, às 18h30, na Sede do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Crédito do Estado do Tocantins (SINTEC-TO), os bancários aprovaram a greve por tempo indeterminado. A decisão, votada por 142 dos 209 bancários presentes, atinge mais de 1500 bancários que cruzarão os braços a partir de amanhã, nas 98 agências de todo Tocantins.

Esta é a segunda vez que a categoria decide pela greve nesta campanha salarial. A primeira paralisação aconteceu no dia 30 passado, quando foi deflagrada uma greve por 24 horas. Na ocasião, oito agências do Tocantins, nas cidades de Palmas, Araguaína e Gurupi fecharam as portas. O movimento fez parte da greve de advertência orientada pelo Comando Nacional de Mobilização.

Segundo o presidente do SINTEC-TO, Crispim Batista Filho, a greve é uma necessidade para a categoria. "Não há outra linguagem, quando se trata de argumentar com os banqueiros, prova disso foram as inúmeras tentativas falidas de acordos em mesa de negociação, mas eles insistem em continuar lucrando números exorbitantes e deixando a categoria sem condições de trabalho e com salários ínfimos" afirmou.

Reivindicações

Reajuste Salarial

As Empresas de crédito reajustarão os salários e demais verbas de natureza salarial de seus empregados, praticadas em 31 de agosto/2008, pelo índice de 16% a partir de 1º de setembro de 2008. Referido índice é composto da inflação projetada para o período, acrescido da variação do PIB (4,5%) e 3% a título de produtividade.

Gratificação de Caixa

Aos que exercem ou venha a exercer a função de Caixa ou Tesoureiro terão direito ao recebimento da gratificação de caixa equivalente a 50% da remuneração, respeitando-se o direito dos que já recebem valores mais elevados.

Auxílio refeição

Pagamento de 30 tíquetes refeição ou tíquetes alimentação, no valor de R$ 20,00 cada, facultado, excepcionalmente, o seu pagamento em dinheiro, ressalvadas as situações mais favoráveis relacionadas às disposições da cláusula e seus parágrafos.

Auxílio Cesta Alimentação

Pagamento de R0,00 mensais através de crédito em cartão eletrônico ou sob a forma de quatro tíquetes de R$ 95,00 cada.

Auxílio educação

Os empregados receberão a importância de R$ 415,00 para cada filho ou dependente com idade entre 6 e 14 anos.

Auxílio Creche/Babá

Reembolso mensal de R$ 415,00 para cada filho, até que o mesmo complete 83 meses de idade.

PLR – Participação nos Lucros e Resultados

Pagamento a todos os empregados, inclusive aos afastados de uma PLR equivalente a 10% do lucro líquido do exercício de 2008, garantindo-se, no mínimo, duas remunerações brutas mais verbas fixas de natureza salarial, reajustadas em setembro/2008, acrescidas do valor fixo de R$ 3.350,00 a todos os funcionários, sendo:

a) antecipação de 50% da parte variável da PLR mais o valor de R$ 1.675,00 da parte fixa no mês de setembro de 2008, e

b) Pagamento da segunda parcela nas mesmas bases até o dia 01 de março de 2009.

Lucros dos bancos

Segundo relatório do Banco Central (BC), o lucro dos bancos atingiu R$ 12,606 bilhões no primeiro semestre de 2008, alcançando um novo recorde, com um crescimento de 34,09% em relação ao resultado do primeiro semestre do ano passado. Os maiores ganhos ficaram concentrados no Bradesco, Itaú e Banco do Brasil (BB). Sozinhos, estes bancos abocanharam 57,07% de todo o resultado. O maior lucro, de R$ 2,621 bilhões, foi o do Bradesco, que ocupa a terceira posição no ranking das instituições financeiras com os maiores ativos. No primeiro semestre do ano passado, o lucro dos bancos foi de R$ 9,401 bilhões.

Lucro de cada banco no 1° semestre de 2008

HSBCR$ 769,3 milhões

Banco RealR$ 1,065 bilhão

CaixaR$ 1,670 bilhão

Banco do BrasilR$ 3,99 bilhões

BMGR$ 151 milhões

BradescoR$ 4,105 bilhões

Unibanco R$ 756 milhões

ItaúR$ 2,115 bilhões

 

Fonte: Assessoria de imprensa SINTEC

Por: Redação

Tags: Bancários, Economia, Greve, Sintec