Geral

Foto: Humberto Leão/Secom Ministro Sérgio Resende discursa durante o evento Ministro Sérgio Resende discursa durante o evento
  • Marcelo Miranda, Alan Barbiero, Laurez Moreira e o ministro Sérgio Resende no momento do descerramento da placa inaugural

Foi inaugurado nesta terça-feira, 4, o Centro Tecnológico Agroambiental e Industrial de Palmas, composto por laboratórios e pela primeira mini-usina de produção de álcool de batata-doce, no campus da UFT - Universidade Federal do Tocantins, em Palmas.

Para o ministro de ciência e tecnologia Sergio Resende, foi uma surpresa encontrar uma universidade com excelente nível de qualidade no Tocantins e mais uma usina piloto. “É uma surpresa que vem num conjunto de boas surpresas nessa visita aqui”. O ministro falou ainda do crescimento no volume de investimentos que o ministério aportou no Estado nesses últimos anos. Segundo disse, nos últimos cinco anos somam R$ 22 milhões investidos em ciência e tecnologia no Tocantins.

A inauguração contou com a presença do governador Marcelo Miranda e do vice-governador Paulo Sidnei, que, juntos com o ministro Sérgio Resende, o reitor da UFT, Alan Barbiero e o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Márcio Antônio da Silveira, descerraram a placa.

Após o ato, as autoridades, membros da universidade e a imprensa visitaram a instalação da mini-usina, acompanharam o processamento do álcool à base de batata-doce e visitaram ainda as instalações dos novos laboratórios nas áreas de engenharia de alimentos e fototerápicos.

Mini-usina

O projeto que deu corpo à primeira mini-usina de produção de álcool de batata-doce, no campus da Universidade Federal do Tocantins, nasceu em 1996, através de um projeto de pesquisa elaborado pelo professor Márcio Antônio da Silveira, com um investimento inicial de R$ 20 mil, feito pelo CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

Hoje, o projeto conta com um aporte financeiro de R$ 1,2 milhão e envolve uma média de 44 profissionais, sendo 25 doutores, nove alunos de mestrado e 10 acadêmicos de graduação.

 

Umberto Salvador Coelho

Da redação com informações Secom