Campo

Com a intenção de aperfeiçoar as técnicas de emergência sanitária em doenças avícolas, teve início neste domingo, dia 9, em Araguatins, extremo Norte do Estado, curso sobre o tema. A capacitação, organizada pela Adapec – Agência de Defesa Agropecuária – segue até dia 18, terça-feira, na Escola Agrotécnica Federal de Araguatins e conta com aulas práticas e teóricas.

Mais de 40 profissionais da Agência participam do curso, que aborda entre outros assuntos, a Influenza Aviária e Doença de Newcastle, Georreferenciamento com GPS, Biosseguridade do plantel avícola e Clostridioses aviárias. Representantes da SFA- Superintendência Federal da Agricultura, da Escola Agrotécnica Federal de Araguatins são contemplados com a capacitação, que tem 100 horas de carga horária.

Segundo o presidente da Adapec, Humberto Camêlo, o curso faz parte da política de valorização do servidor implantada pelo Governo do Estado e é imprescindível para o bom desenvolvimento dos serviços prestados à população. "Em todo o mundo, não é proibido notificar doenças, mas as ações de contenção e isolamento precisam ser rápidas para evitar que os focos se proliferem. Por isso, é fundamental o treinamento constante dos profissionais", explica o presidente.

Professora

A responsável pelo curso de Emergência Sanitária em Aves Masaio Mizuno Ishizuka é formada em Medicina Veterinária, pela Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de São Paulo; pós-graduada em Matemática e Estatística para Pesquisadores da Área Biológica, pela USP; e doutora em Medicina Veterinária, pela USP. Tem título de professora Livre Docente em Zoonoses; título de professora titular da disciplina de epidemiologia aplicada às doenças infecciosas dos animais domésticos e pós-doutora na área de Medicina Veterinária Preventiva, na Faculty of Veterinary Medicine of University of Nihon-Japão.

 

Fonte: Adapec

Por: Redação

Tags: Adapec, Araguatins, Cursos, campo