Cultura

Foto: Lia Mara

A comemoração de 30 anos de profissão do jornalista, escritor e compositor José Sebastião Pinheiro (Tião Pinheiro), acontece em meio ao recebimento do título de Cidadão Tocantinense, ao lançamento do livro De sonhos e de construção (Poemas), do CD-duplo Lugares e do relançamento do CD Chave, inicialmente em Palmas, Porto Nacional e Monte Alegre de Goiás.

A maratona cultural, que integra o Projeto Tião Cidadão, começa no dia 19 de novembro, às 20 horas, no Theatro Fernanda Montenegro e Grande Praça do Espaço Cultural, onde acontecem a entrega do título - proposto pela deputada estadual Solange Duailibe (PT) e aprovado pela Assembléia Legislativa -, um diversificado show musical dirigido pelo produtor e arranjador Luiz Chaffin com os músicos Juraíldes da Cruz, Genésio Tocantins, Gilberto Correia, William Borjazz, Dorivã, Diomar Naves, Léo Pinheiro, J. Bulhões, Broder Bastos, Banda Mestre Kuca e participações especiais de Maria Eugênia e Sandro Petrilli.

No dia seguinte, 20 de novembro, também a partir das 20 horas, o show de lançamentos acontece no Centro Cultural Durval Godinho, em Porto Nacional, cidade onde Tião Pinheiro estudou durante cinco anos ainda no então norte-goiano. E no dia 22 será a vez de apresentar seus novos trabalhos aos seus conterrâneos, no Ginásio de Esportes, em Monte Alegre de Goiás. Outros lançamentos estão sendo agendados em outras cidades tocantinenses e em Goiânia, Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro e Buenos Aires (Argentina).

Natural de Monte Alegre de Goiás, onde nasceu no dia 9 de maio de 1954, Tião Pinheiro é formado em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e mestre em Jornalismo pela Faculdade de Comunicação da Universidade de Navarra (Pamplona-Espanha) e Centro de Extensão Universitária de São Paulo (São Paulo).

Iniciou sua carreira em 1978 como revisor na Folha de Goiaz (Diários Associados), em Goiânia-GO., onde atuou também como repórter. Antes, foi colaborador em suplementos culturais da capital goiana, o que motivou o convite para ingressar no jornalismo, sua grande paixão.

Na Organização Jaime Câmara desde 1979, Tião Pinheiro foi revisor de páginas, repórter, crítico musical e sub-editor de Cultura do jornal O Popular antes de assumir, em 1988, ainda em Goiânia, onde residiu por mais de 20 anos, a editoria-geral do Jornal do Tocantins, cargo que ocupa até hoje. Realizou, paralelamente, assessorias empresarial, política e cultural, ganhou prêmios no Jornalismo e na Literatura

Filho do músico e lavrador Dionísio Gonçalves de Souza e da funcionária pública Zenith Pinheiro de Souza (falecida em 1997), Tião Pinheiro saiu de sua cidade ainda menino em busca de estudos. Aos 12 anos de idade foi, de carona, para Suzano (SP), onde estudou por dois anos até voltar para Monte Alegre e, depois, Porto Nacional – então norte-goiano.

Nesta cidade a partir de 1969, ele entrou para o Seminário São José e, aluno do consagrado Colégio Sagrado Coração de Jesus das freiras dominicanas, viveu o que considera o seu principal período de aprendizado. Além de seminarista, Tião Pinheiro trabalhou em loja de móveis, supermercado e em empresa de transporte aéreo e, ainda em Porto Nacional, conquistou prêmios em vários festivais regionais.

Jornalista com livre trânsito nas áreas política, econômica, esportiva, social e cultural, Tião Pinheiro chega aos 30 anos de profissão com o patrimônio da determinação, respeito e credibilidade.

Fichas técnicas

Dos discos

Nome: Lugares (Produção Independente) – CD-duplo

Autores: Tião Pinheiro e parceiros (Juraíldes da Cruz / Genésio Tocantins / Marcelo Barra / Gilberto Correia / Dorivã / J. Bulhões / William Borjazz / Diomar Naves / Léo Pinheiro / Broder Bastos / Banda Mestre Kuca e Nilton Rabelo)

Participações especiais: Paulinho Pedra Azul / Marcelo Jiran / Maria Eugênia / Luiz Chaffin / Tropical Trio

Produção geral: Tião Pinheiro

Assistente de produção: Léo Pinheiro

Produção Executiva: Joseph Madeira (Fénix – Produtos & Serviços)

Direção musical: Paulinho Braga / Renato Moreira / Gilberto Correia

Gravações: Art´Som (Palmas), SKL (Palmas), Up Music (Goiânia), WB (Goiânia), Zen (Brasília), Genes (São Paulo-SP), Clave de Lua (Belo Horizonte) e BB Estúdio (Buenos Aires-Argentina)

Faixas

Disco 1

Lugares (Tião Pinheiro-Léo Pinheiro) – Léo Pinheiro

Partindo 2 (Tião Pinheiro-Marcelo Barra) – Marcelo Barra

Partindo (Tião Pinheiro-William Borjazz) – William Borjazz

Cinzas (Tião Pinheiro-Broder Bastos) – Broder Bastos

Rósea Canção (Tião Pinheiro-J. Bulhões) – J. Bulhões

Cruzar (Tião Pinheiro-Léo Pinheiro) – Léo Pinheiro

Tributo do amor (Tião Pinheiro-Juraíldes da Cruz) – Juraíldes da Cruz

Querer de dois (Tião Pinheiro-J. Bulhões) – J. Bulhões

Reamar (Tião Pinheiro-Léo Pinheiro) – Paulinho Pedra Azul e Léo Pinheiro

Como está (Tião Pinheiro-William Borjazz) – William Borjazz

O seguir (Tião Pinheiro-Léo Pinheiro) – Léo Pinheiro

Entreaberto (Tião Pinheiro-Dorivã) – Dorivã e Maria Eugênia

Se o coração alcançar (Tião Pinheiro-Léo Pinheiro) – Léo Pinheiro

Cacos (Tião Pinheiro-J.Bulhões-Léo Pinheiro) – J. Bulhões

Calmaria (Tião Pinheiro-Dorivã) – Dorivã

Chama ainda acesa (Tião Pinheiro) – Tião Pinheiro e parceiros

Disco 2

1. Missão viver (Tião Pinheiro-Juraíldes da Cruz) – Juraíldes da Cruz

2. Missão viver 2 (Tião Pinheiro-J. Bulhões) – J. Bulhões

3. Da vida (Tião Pinheiro-Diomar Naves-Léo Pinheiro) – Diomar

4. Alforria do feliz (Tião Pinheiro-J. Bulhões) – J. Bulhões

5. Por você (Tião Pinheiro-Genésio Tocantins) – Genésio Tocantins

6. Office-boy de cachorro (Tião Pinheiro-Juraíldes da Cruz) – Juraíldes da Cruz

7. Espelho (Tião Pinheiro-William Borjazz) – William Borjazz

8. Brisa (Tião Pinheiro-Gilberto Correia) – Gilberto Correia

9. Brinde (Tião Pinheiro-Dorivã) – Dorivã

10.As coisas que plantei (Tião Pinheiro-Youssef Carvalho) – Banda Mestre Kuca

11.Entrega (Tião Pinheiro-Nilton Rabelo-Versão: Suzana Linsken) – Tropical Trio

12.Rio-lago (Tião Pinheiro-Genésio Tocantins) – Genésio Tocantins

13.Só amor (Tião Pinheiro-J.Bulhões-Léo Pinheiro) – J. Bulhões e Léo Pinheiro

14.Crença (Tião Pinheiro-Dorivã)- Dorivã

Produção gráfica: Provisão – Marcelo da Silva

Ilustrações: Imagens de pinturas e aquarelas de Graça Arnús

Fotografias: Helena Minikovski / Tião Pinheiro / Luiz Augusto / Léo Pinheiro / Melck Aquino / Cedoc-Jornal do Tocantins: Adilvan Nogueira, Antonio Gonçalves, Cleuber de Souza, Jô Miranda, Landa Rosa e Lia Mara / Cedoc-O Popular: Sebastião Nougiera, Diomício Gomes e Wagnas Cabral

Nome: Chave (Produção Independente) – CD (relançamento – lançado em 1999)

Autores: Tião Pinheiro e parceiros (Juraíldes da Cruz / Genésio Tocantins / Gilberto Correia / Nilton Rabelo / Luiz Augusto / Lucas Faria / Valter Mustafé / Odilon Carlos / Braguinha Barroso)

Produção geral: Tião Pinheiro

Direção musical: Gilberto Correia

Gravação/mixagem/masterização: Ipê Produções/Midistudio

Faixas

Chave (Tião Pinheiro-Luiz Augusto) – Luiz Augusto

Entrega (Tião Pinheiro-Nilton Rabelo) – Nilton Rabelo

Voar (Tião Pinheiro-Gilberto Correia) – Gilberto Correia

Alforria (Tião Pinheiro-Valter Mustafé) – Valter Mustafé

De aluvião (Tião Pinheiro-Genésio Tocantins) – Genésio Tocantins

Mentira de amor (Tião Pinheiro-Braguinha Barroso) – Braguinha Barroso

Mais que decisão (Tião Pinheiro-Juraíldes da Cruz) – Juraíldes da Cruz

O que dizer do amor (Tião Pinheiro-Odilon Carlos) – Odilon Carlos

Beija-flor de jardim (Tião Pinheiro-Luiz Augusto) – Banda Evoeh

Do jeito que vier (Tião Pinheiro-Valter Mustafé) – Luiz Augusto e Amauri Garcia

Qualquer rumo (Tião Pinheiro-Gilberto Correia) – Gilberto Correia

Vivendo (Tião Pinheiro-Nilton Rabelo) –Nilton Rabelo

Sem culpa (Tião Pinheiro-Valter Mustafé) – Valter Mustafé

Três tiros não matam o amor (Tião Pinheiro-Luiz Augusto) – Débora di Sá e Du Oliveira

Pilão (Tião Pinheiro-Lucas Faria) – Lucas Faria

Assistente de estúdio: Jeane Alves

Produção gráfica: Miríam Estevam

Fotografias: Luiz Augusto / Sérgio Carvalho / Valter Mustafé / Pugás / Raul Borba

Levy / Wagner / Cedoc-Jornal do Tocantins: Chirlis de Souza / Cedoc-O Popular: Sebastião Nogueira, Diomício Gomes e Wagnas Cabral

Do livro

Nome: De sonhos e de construção - poemas (Produção Independente)

Autor: Tião Pinheiro

Projeto gáfico/diagramação: Marcelo da Silva / Samara Almeida

Ilustrações: Imagens de pinturas e aquarelas de Graça Arnús

Fotografias: Helena Minikovski / Tião Pinheiro / Cedoc-Jornal do Tocantins: Adilvan Nogueira e Lia Mara / Cedoc-O Popular: Sebastião Nogueira e Diomício Gomes

Apoio: Organização Jaime Câmara / BrasilTelecom / Celtins-Rede / Governo do Tocantins / Prefeitura de Palmas / EHL / Alvorada Center

Do show

Nome: Tião Cidadão

Direção geral: Tião Pinheiro

Direção executiva: Joseph Madeira

Direção artística e apresentação: Sandro Petrilli e Diomar Naves

Direção musical: Luiz Chaffin

Banda: Luiz Chaffin (violões), William Cândido e Renato Moreira (teclados), Bruno Silva (baixo), Edilson Morais (percussão), Paulinho Braga (guitarra e bandolim)

Técnico de som: Marlúcio Rezende e Sílvio

Iluminação: Ananias

Filmagens: Public Produções

Assistentes: Hellen Kiara / Mara Roberta / Marcela Pinheiro / Israel Pinheiro / Donizeth Pinheiro

 

Por: Redação

Tags: cultura, Literatura, musica, Tião Pinheiro