Ciência & Tecnologia

Com 2.256.779 novas habilitações (crescimento de 1,56%) em novembro de 2008, o Brasil chegou a 147.052.397 assinantes no Serviço Móvel Pessoal (SMP). Do total de acessos, 119.541.611 (81,29%) são pré-pagos, e 27.510.786 (18,71%), pós-pagos.

O número de assinantes no serviço cresceu 21,55% nos últimos 11 meses. As 26.072.294 novas adesões do período superam em 23,8% as 21.061.482 habilitações de todo o ano de 2007.

Com crescimento de 1,44%, a teledensidade (indicador utilizado internacionalmente para demonstrar o número de telefones em serviço em cada grupo de 100 habitantes) no Brasil alcançou o índice de 76,33. Comparado a novembro de 2007, quando o índice era de 61,20, o crescimento foi de 24,72%.

O Distrito Federal lidera a teledensidade móvel brasileira, com índice de 133,84 - ou seja, 1,33 telefone para cada habitante. Comparado com o mês anterior, o índice apresentou, em novembro, crescimento de 1,66% (era 131,65). O Rio de Janeiro, segundo colocado no ranking, cresceu 1,31% (subiu de 93,54 para 94,77). Em terceiro no indicador, o Mato Grosso do Sul tem índice de 91,78 e apresentou crescimento de 1,05% (era de 90,83).

Os maiores crescimentos da teledensidade em novembro foram registrados em São Paulo, Pernambuco, Distrito Federal, Espírito Santo e Alagoas.

Mercado

A Vivo permanece na liderança do mercado brasileiro de telefonia móvel, com 29,53% de participação - tinha 29,74% em outubro. A Claro aparece em segundo com 25,42% (tinha 25,31%) e a TIM, em terceiro, com 24,53% de participação (tinha 24,70%).

A Oi registrou 16,53% (tinha 16,21%) de participação de mercado e é seguida pela Brasil Telecom GSM com 3,63% (tinha 3,67%). A participação da CTBC Telecom Celular passou de 0,31% para 0,30%, e a da Sercomtel Celular se manteve em 0,05%. A Unicel continua com 0,01% de mercado.

Fonte: Agência Nacional de Telecomunicações

Por: Redação

Tags: Brasil Telecom, Celular, Claro, Mundo Digital, Oi, TIM, Vivo