Ciência & Tecnologia

Foto: Divulgação

O faturamento nominal do setor de comércio online atingiu R$ 8,2 bilhões em 2008, o que representa um avanço de 30% em relação ao ano anterior.

O número faz parte de balanço preliminar divulgado hoje pela E-bit, empresa especializada no segmento. Segundo o levantamento, o tíquete médio foi de R$ 328 e o período mais lucrativo foi o Natal, responsável por vendas que totalizaram R$ 1,25 bilhão.

Os números finais serão apresentados na primeira quinzena de fevereiro. Na avaliação do diretor-geral da empresa, Pedro Guasti, o crescimento anual do segmento está ligado à profissionalização das lojas e à crescente confiança do consumidor nas transações online.

Ele também destaca a entrada de grandes redes varejistas, que segundo o diretor trouxeram novos públicos para o comércio eletrônico. "As lojas estão agindo de forma mais profissional e planejada, tanto no quesito de estoques de produtos e prazos de entregas de mercadorias quanto na governança de maneira geral", observou.

Em 2009, a expectativa do executivo para o faturamento do comércio pela internet é otimista. Ele acredita que o setor deve crescer nominalmente entre 20% e 25% em relação a 2008, alcançando R$ 10 bilhões.

Fonte: Agência Estado