Polí­tica

Foto: Umberto Salvador

O governador Marcelo Miranda (PMDB) enviou ofício à Assembleia Legislativa nesta terça-feira, 10, comunicando a escolha da deputada Josi Nunes (PMDB) como líder do governo na Casa.

No ofício o governador afirma que a deputada possui "características imprescindíveis para a realização de ações que mantenham articulados entre si os três poderes do Estado".

O deputado Stalin Bucar (PSDB) parabenizou a deputada e o governador pela sua escolha. Stalin disse que não será difícil para Josi defender o governo, "nós sabemos que o governo terá uma brilhante defensora", disse. Segundo o peessedebista a deputada poderá contar com seu apoio para todas as questões que forem de interesse para o desenvolvimento do Estado.  

Outro nome que vinha sendo fortemente cogitado para assumir o cargo era o deputado estadual Ângelo Agnolin (DEM). O Conexão Tocantins, entretanto, por ocasião da posse da Mesa Diretora para o 2º biênio da 6ª Legislatura, adiantou que, caso se confirmasse o seu nome, sua função poderia ser incômoda em função da conjuntura política atual, onde sua esposa, a vice-prefeita Edna Agnolin (PDT), foi eleita por uma coligação política que não obteve apoio do governador para o pleito de outubro passado na capital.

Josi Nunes está em seu terceiro mandato como deputada estadual. Em 2006, foi eleita como a mais votada da história do Tocantins, atingindo a marca de 21.444 votos. Ainda neste mandato, Josi ocupou o cargo de vice-líder do PMDB na Assembléia.

Lideranças de bloco

Com a indicação de Josi Nunes, todos os líderes de blocos já estão definidos. A bancada DEM/PSC tem no comando o deputado César Halum (DEM), o bloco PDT/PT/PPS, o deputado Fábio Martins, e o PMDB tem com líder o deputado Iderval Silva. Já as bancadas de oposição, compostas pelo PSDB/PP/PTB e PR/PV, não alteraram seus líderes, os deputados Cacildo Vasconcelos (PSDB) e Marcello Lelis (PV).

 

Umberto Salvador Coelho