Campo

Foto: Divulgação

A gerente de Projetos Ambientais Amanda Oliveira dos Santos e o gerente de Olericultura Valdivino Melo, ambos do Ruraltins - Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins, retornaram, nesta semana, de Teresina(PI), onde receberam instruções sobre como implantar hortas no sistema PAIS - Projeto Integrado Agroecológico Sustentável.

No Tocantins, o PAIS será executado pelo Ruraltins e Sebrae e beneficiará os municípios pertencentes ao Território do Consórcio Segurança Alimentar e Desenvolvimento Local (Consad) que estão localizados no extremo norte do Estado, região do Bico do Papagaio. Aqui, o projeto foi batizado de Alimento Verde e conta com a parceria do MDS - Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

Em Teresina, os gestores de 10 estados foram capacitados pelo idealizador do PAIS, Aly Ndiaye, que mostrou como implantar unidades agroecológicas em pequenas propriedades. O produtor orgânico e ator global, Marcos Palmeiras, também ministrou palestra sobre sistemas agroecológicos de produção. A propriedade do ator foi a primeira a receber o sistema PAIS.

Durante os 4 dias de treinamento na capital piauiense, os técnicos aperfeiçoaram os conhecimentos acerca de hortas comunitárias, sistemas de irrigação, uso de energia, construção de galinheiros, associativismo e comercialização de produtos para que a implantação das 1.500 unidades do PAIS espalhadas por Alagoas, Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí, Rondônia, Sergipe e Tocantins, seja satisfatória.

O PAIS é um incentivo do governo federal à agricultura orgânica por meio de processo produtivo sem uso de agrotóxicos. Objetiva-se, assim, reduzir a dependência de insumos vindos de fora da propriedade, apoiar o correto manejo dos recursos naturais e evitar o desperdício de alimento, água, energia e tempo do produtor.

Consad

Os estados selecionados pelo edital do MDS para o PAIS estão dentro dos Territórios dos Consórcios de Segurança Alimentar e Desenvolvimento Local (Consad). O Consad é um arranjo territorial institucionalmente formalizado envolvendo número definido de municípios, que se agrupam para desenvolver ações, diagnósticos e projetos de segurança alimentar e nutricional e desenvolvimento local, gerando trabalho e renda.

Organizado em associações civis sem fins lucrativos, esse tipo de consórcio é composto por 1/3 de representantes do poder público e 2/3 de representantes da sociedade civil de cada município participante. Atualmente, existem 40 Consads em funcionamento, distribuídos em 26 estados e 576 municípios, abrangendo 10,5 milhões de habitantes.

Fonte: Secom