Geral

Foto: Elson Caldas

Projetos e soluções para o desenvolvimento regional estão sendo discutidos durante a I Mostra Nacional de Desenvolvimento Regional, que acontece em Salvador (BA). A solenidade de abertura aconteceu na manhã de ontem terça-feira, 24, no Centro de Convenções da Bahia e contou com a participação do presidente Lula, ministros, governadores, representantes de organismos internacionais, organizações da sociedade civil, universidades e centros de pesquisas, entre outras autoridades. O governador Marcelo Miranda prestigiou a cerimônia de abertura da mostra e entregou produtos regionais tocantinenses ao Presidente durante a visita aos estandes. O evento segue até sexta-feira, 27.

O ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, destacou os esforços conjuntos dos organismos nacionais e internacionais para o desenvolvimento e erradicação das desigualdades sociais. Durante o evento, o governo do estado do Tocantins irá apresentar o 'Projeto Troca Solidária', desenvolvido há quase dois anos pela Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social e será apresentado pela titular da pasta, Valquíria Rezende, na sexta-feira, 27, no painel Projetos Inovadores. O projeto atendeu mais de 14 mil famílias em 28 assentamentos, quatro comunidades quilombolas e seis associações de pequenos produtores.

A I Mostra Nacional de Desenvolvimento Regional é uma promoção do Ministério da Integração Nacional, por meio da Secretaria de Programas Regionais. A expectativa da organização do evento é que mais de 10 mil pessoas passem pelos estandes, palestras, painéis temáticos, debates de experiências concretas, oficinas, minicursos, apresentação de projetos inovadores e de produtos sustentáveis. A idéia é divulgar iniciativas que estão sendo desenvolvidas em todo país, compartilhar experiências, propiciar a articulação de parcerias e abrir espaços para a comercialização de produtos regionais.

Durante o evento, representantes de comunidades das regiões do Bico do Papagaio e Jalapão apresentam produtos regionais, como o artesanato das quebradeiras de coco, produtos feitos com capim dourado e mel, dos apicultores do sudeste do Estado. Para o presidente da mesoregião do Bico do Papagaio, Antoninho Vieira Araújo, a oportunidade de expor os produtos da região pode garantir o desenvolvimento da agricultura familiar em vários municípios. “Eu vejo esta mostra como um espaço onde podemos formar parcerias e fortalecer a cadeia produtiva da nossa região. O governo federal e o estadual estão favorecendo a mudança de uma realidade de muitos e muitos anos de toda uma população”, conta o presidente.

Segundo informações da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, até o início de abril os governadores da Amazônia Legal deverão assinar o pacto para acelerar a redução das desigualdades da região, com foco prioritário na redução da mortalidade infantil, queda do analfabetismo, erradicação do sub-registro civil e fortalecimento da agricultura familiar.

Fonte: Secom

 

Por: Redação

Tags: Bico do Papagaio, jalapão, Marcelo Miranda