Geral

Foto: Koró Rocha

O presidente da Assembleia Legislativa Carlos Henrique Gaguim (PMDB) se mostrou preocupado com a situação dos estudantes de duas instituições de ensino superior no Tocantins na manhã desta terça-feira, 31. Ao se pronunciar da tribuna da Casa, gaguim saiu em defesa dos direitos dos alunos da Ulbra e da Unitins.

Sobre a Ulbra, Gaguim disse que a paralisação da entidade, causada por uma crise financeira na matriz em Canoas-RS, prejudica mais de três mil estudantes em Palmas e seus familiares que, em plena crise, sacrificam-se para pagar as mensalidades. “Se a universidade fechar, a economia da Capital será prejudicada”, alertou Gaguim. Entretanto, ele ressaltou: “os deputados desta Casa farão o possível para que isso não aconteça”.

Já em relação aos alunos da Unitins/Eadcon, o chefe do Legislativo também se solidarizou com os mais de 100 mil estudantes da instituição em todo o País, sendo 20 mil deles no Tocantins.

Gaguim relembrou que o alcance da entidade só é possível graças à parceria com a empresa Eadcon e que “manter esse serviço tem um custo”. Porém, o presidente, que defende o modelo inicial adotado pela Unitins em relação ao ensino à distância, ressaltou que o Legislativo também se empenhará na busca de uma saída.

Da redação com informações Dicom/A.L