Geral

Através de investigação policial, a Polícia civil de Augustinópolis prendeu na tarde da quinta-feira, 14, quatro integrantes de uma quadrilha de crackers que agia em toda a região norte do Estado.

Segundo informação da Delegacia de Polícia de Augustinópolis, o grupo usava uma Lan House para invadir dados bancários. A partir da Lan House, também conseguiam informações de pessoas simples e de coniventes com o crime para receberem os depósitos. Segundo informações, os acusados também efetuaram várias compras com cartões de créditos de diversas pessoas e diversos bancos.

Sidnei Barros Rocha, 22 anos, instrutor de informática, Izélia de Jesus Morais, 18 anos, Willian Smarley Soares Moura, 24 anos e Heliel da Silva Carneiro, 26 anos foram indiciados e vão responder por furto qualificado, na modalidade, fraude, formação de quadrilha ou bando, falso reconhecimento de firma ou letra e uso de documento falso, previstos no artigo 155, § 4°, I e art. 288, 300, 304 c/c 69 do Código Penal. Com eles a Polícia apreendeu computadores, uma impressora e diversos cartões magnéticos.

Da redação com informações SSP-TO