Meio Ambiente

Foto: Divulgação

Em operação de fiscalização realizada pela equipe da Unidade Regional do Naturatins – Instituto Natureza do Tocantins de Paraíso do Tocantins foram flagrados desmatamentos ilegais em três propriedades rurais do município.

Na sexta-feira, 15, durante vistoria, os fiscais constataram o desmatamento sem autorização em uma área de 10,36 hectares. Na ocasião, foram emitidos um auto de apreensão de um trator de esteira D-50 e outro auto de infração no valor de R$ 10.360,00 para o proprietário da fazenda.

Também foram encontradas duas áreas desmatadas ilegalmente de 9,46 hectares e 12,333 hectares. Segundo o gerente da Unidade Regional do Naturatins de Paraíso, Rodrigo Rodrigues Nascimento, os proprietários das fazendas que estavam ausentes no momento da vistoria dos fiscais, serão multados ainda esta semana, em R$ 9.460,00 e R$ 12,333,00, respectivamente.

Já na madrugada de sábado, 16, com a intenção de coibir o tráfico de animais silvestres e de madeiras, os fiscais realizaram blitz no Posto da Polícia Rodoviária Federal, localizada na BR-153, próximo a Paraíso. Foram vistoriados ônibus e caminhões, mas não foi constatada nenhuma irregularidade

Educação Ambiental

Paralelo às ações de fiscalização, a equipe de Paraíso do Tocantins realiza atividades de educação ambiental nos nove municípios de sua área de abrangência. Um dos projetos é desenvolvido em parceria com Escola Ambiental Tamanduá-Mirim, onde alunos das escolas do município de Paraíso recebem noções sobre meio ambiente.

Desde janeiro deste ano, técnicos do Naturatins já realizaram 16 palestras abordando temas como preservação dos recursos hídricos, cuidados com o lixo, riscos das queimadas, entre outros. Também foi feito o plantio de quase 300 mudas de árvores de espécies nativas para recuperar áreas degradadas na Serra do Estrondo, onde está localizada a Escola Tamanduá-Mirim.

Fonte: Naturatins