Meio Ambiente

O Fórum Brasileiro de ONGs e Movimentos Sociais para o Meio Ambiente e o Desenvolvimento (FBOMS) divulgou nesta sexta-feira, 5, Dia do Meio Ambiente, a primeira edição do prêmio "Amigo" e "Inimigo da Amazônia", voltado para os parlamentares que atuam no Congresso Nacional.

A lista é dividida em duas categorias: "espécies nativas", para os parlamentares da região da Amazônia, e "espécies exóticas", para aqueles de outras regiões do país.

Parlamentares amigos da Amazônia

Espécies nativas

Espécies exóticas

Senadora Marina Silva (PT-AC)

Senador Aloízio Mercadante (PT-SP)

Senador José Néri (PSol-PA)

Senador Cristóvão Buarque (PDT-DF)

Deputado Sarney Filho (PV-MA)

Senador Renato Casagrande (PSB-ES)

 

Deputado Paulo Texeira (PT-SP)

Parlamentares inimigos da Amazônia

Espécies nativas

Espécies exóticas

Senadora Kátia Abreu (DEM-TO)

Deputado José Nobre Guimarães (PT-CE)

Senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR)

Deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP)

Senador Romero Jucá (PMDB-RR)

Deputado Valdir Colatto (PMDB-SC)

Senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA)

 

Deputado Asdrúbal Bentes (PMDB-PA)

 

Deputado Homero Pereira (PR-MT)

 

Entre os inimigos da Amazônia, está a senadora Kátia Abreu (DEM-TO), relatora da Medida Provisória 458 aprovada na última quarta-feira (3) no Senado, chamada pelos ambientalistas de "MP da grilagem". O texto permite a regularização de terras ocupadas na região da Amazônia.

Também entre os inimigos está o senador Romero Jucá (PMDB-RR), por ter, segundo os ambientalistas, liderado a bancada do governo na aprovação da MP 458 com rejeição dos destaques apresentados pela senadora Marina Silva (PT-AC), que poderiam melhorar a proposta na visão dos organizadores do prêmio.

A ex-ministra do Meio Ambiente, aliás, foi uma das premiadas como amiga da Amazônia, pelo "conjunto da obra".

No total, foram sete premiados como amigos da floresta e nove como inimigos. "Esperamos que, nas próximas edições, possamos aumentar os contemplados na categoria 'amigo' e reduzir os da categoria 'inimigo'", disse Esther Neuhaus, gerente executiva do FBOMS.

"Queremos mostrar para os parlamentares que a sociedade está atenta ao que eles estão fazendo e colocar um ponto de exclamação diante daqueles que têm atuação contrária à Amazônia".

Além do FBOMS, a comissão organizadora do prêmio contou ainda com integrantes do Greenpeace, Instituto Socioambiental, Imazon, MST e Amigos da Terra - Amazônia Brasileira.

Fonte: UOL