Estado

Foto: Divulgação

“A grande importância do Seminário Internacional Crise Civilizacional: Distintos Olhares – Transição de Paradigma de Desenvolvimento nos Países do Sul é traduzida como o maior evento científico que será realizado no Tocantins; porque os pensadores e pesquisadores do mundo têm que conhecer a realidade dos países do Sul e porque, não somente em Paris e nas grandes capitais, mas também no Brasil pela sua diversidade. O evento significa o estreitamento das relações do Tocantins com o mundo”, assegurou o coordenador do Mestrado em Desenvolvimento Sustentável da Universidade de Brasília e professor do Centro de Desenvolvimento Sustentável da UNB, Donald Sawyer.

De acordo com o professor, o momento em que estamos vivendo é de grave crise climática, aliada a uma grande e preocupante crise econômica, porque o dinheiro disponível deverá ser destinado à manutenção da produção e do consumo ao invés de investimentos em sustentabilidade. O professor cita o Banco Mundial, que cancelou empréstimos para frigoríficos que não conseguem comprovar a procedência do gado.

Segundo o professor, o desenvolvimento existe há 60 anos, mas somente após 1987 começaram as discussões sobre desenvolvimento sustentável. Donald lembrou da ECO 92, realizada no Rio de Janeiro, em 1992, evento que consagrou o conceito de desenvolvimento sustentável, mas que foi para o esquecimento. “A crise civilizacional começa com a nossa forma de pensar”, assegurou Donald.

Donald Sawyer ministrará palestra com o tema “O Desenvolvimento em Questão” no dia 23, às 14hs30, no auditório Cuica, na Universidade Federal do Tocantins, em Palmas.

A definição mais aceita para o desenvolvimento sustentável é: “O desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual sem comprometer a capacidade de atender às necessidades das futuras gerações. É o desenvolvimento que não esgota os recursos para o futuro” (Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, ONU).

O seminário é realizado pelo Instituto Internacional de Pesquisa sobre Política Civilizacional, com sede na França, pelo CDS/UnB - Centro de Desenvolvimento Sustentável, pela Universidade de Brasília; pela UFT – Universidade Federal do Tocantins e pela Fundação Universidade do Tocantins. O evento conta com a parceria do Governo do Tocantins, por meio da Secretaria da Cidadania e Justiça, e do Governo Federal por meio do Incra – Ministério de Desenvolvimento Agrário.

Fonte: Secom

 

Por: Redação

Tags: Auditório Cuica, Estado, Seminário, Tocantins, UFT