Meio Ambiente

A grande incidência de focos de incêndio no Estado do Tocantins no período entre os meses de junho e outubro confirma a necessidade de prevenção e combate às ações que resultam em queimadas. Em Palmas este trabalho é realizado pela Guarda Metropolitana Municipal em parceria com a Diretoria de Meio Ambiente e órgãos ambientais estaduais e federais.

Os trabalhos de combate às queimadas na capital contam, além dos funcionários do Núcleo Ambiental da GMP, com 20 brigadistas temporariamente contratados e treinados para enfrentar o fogo. As ações são desenvolvidas através de uma equipe móvel que realiza rondas em busca de focos, uma equipe plantonista de 10 brigadistas e uma equipe de fiscalização que realiza educação ambiental e conscientização.

“Os trabalhos de educação ambiental são fundamentais para coibir tanto o fogo rural, quanto o fogo urbano, como as queimadas de fundo de quintal.” Informa o subinspetor Leônidas Castro, coordenador do Núcleo Ambiental da GMP.

Ações como atear fogo em lixo nos quintais, lotes vazios, queimar roça ou até mesmo o simples ato de jogar toco de cigarro em grama seca devem ser evitadas para não haver queimadas em nossa cidade. Os cidadãos devem denunciar focos de queimadas pelo 190, 193 ou pelo 0800 644 5054 da Diretoria de Meio Ambiente, em horário comercial.

Fonte: Ascop