Campo

Foto: Divulgação Visitação à Central de recolhimento de Embalagens vazias Visitação à Central de recolhimento de Embalagens vazias
  • Marley Camilo palestra sobre o recolhimento de embalagens vazias

No Tocantins, o Dia Nacional do Campo Limpo foi comemorado nesta terça-feira, 18, com a presença da comunidade, nas duas Centrais de recebimento de embalagens vazias de agrotóxicos, nos municípios de Pedro Afonso, região Nordeste e Silvanópolis, região Central do Estado. O evento foi idealizado pelo Inpev - Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias - com o apoio da Adapec - Agência de Defesa Agropecuária.

O gerente da central de recebimento de Pedro Afonso, Elias Riguetti, destaca que a ação desenvolve principalmente nas futuras gerações de agricultores, os conceitos de conservação e preservação ambiental e a consciência para um campo limpo. “Hoje recebemos mais de 500 estudantes da rede pública de Ensino, que além de conhecer de perto todo o processo de destinação final das embalagens, se conscientizaram a respeito do compromisso com a produção sustentável”, explicou.

Para o supervisor técnico da área vegetal da Adapec, Marley Camilo de Oliveira, com o constante crescimento da agricultura, a conscientização das crianças e dos jovens por uma prática agrícola mais segura é de grande valia. “As crianças repassam aos pais o que aprenderam e cobram o uso de equipamentos individuais, o uso correto de produtos fitossanitários e a importância de retirar a embalagem vazia da natureza e reciclar”, pontuou.

A professora do ensino fundamental da Escola Municipal Sousa Aguiar, de Pedro Afonso, Odete Lima Sodré, reforça a ideia de trabalhar a informação de maneira lúdica, pela facilidade de assimilação das crianças. “Já trabalhamos a teoria quanto à preservação do meio ambiente, mas a introdução do conteúdo de forma dinâmica traz uma maior conscientização de práticas corretas para evitar danos à natureza e a própria saúde da população”, afirmou.

O estudante do 1º ano da Escola Agrícola Ceapa de Pedro Afonso, Felipe dos Santos Pereira, de 14 anos, ficou empolgado com as apresentações que incluíram peças teatrais, exibição de filme institucional e palestras. “Na escola aprendemos sobre o plantio e adubação, agora entendi a importância da devolução das embalagens vazias dos defensivos e da tríplice lavagem, inclusive, sobre os perigos de contaminação pelo uso incorreto de agrotóxicos”, disse.

Fonte: Ascom Adapec