Geral

Foto: Maurício Martins

O Secretário da Educação e Cultura do Tocantins, Leomar Quintanilha (PMDB-TO), recebeu, na manhã desta sexta-feira, 11 de setembro, três professores, representantes do Movimento Pró-Unitins, e reafirmou seu compromisso com a defesa da entidade. “Precisamos envolver todas as forças do Estado para não extinguir a Unitins. Se ocorreram erros de percurso, que eles sejam corrigidos, mas a Unitins é um patrimônio do Tocantins, que devemos defender e reforçar”, afirmou Quintanilha à delegação.

O Movimento Pró-Unitins representa mais de 700 servidores e a comissão que visitou Quintanilha era integrada pelos professores Joran Oliveira Barros Júnior, Alcides do Nascimento Moreira e Suely Quixabeira. Eles afirmaram que desde maio de 2008 a Unitins vinha sendo notificada de irregularidades e os funcionários estavam empenhados em resolver os problemas, quando foram surpreendidos pelo descredenciamento do MEC, porque a entidade vinha transferindo competências, dentre outros problemas.

Durante o encontro, Quintanilha, além de comprometer-se a continuar lutando em defesa da Unitins, afirmou que, à frente da pasta da Eucação, pretenderá aprimorar a grade curricular "inclusive com noções de trânsito e conscientização ambiental – e enfrentar o desafio de mudar a filosofia educacional, para tornar mais atrativo o ensino e valorizar professores e alunos. A Unitins foi criada, inclusive, para atuar na qualificação e formação de nosso quadro de professores no Tocantins”, afirmou.

Na próxima semana ocorrerão audiências no Senado e na Câmara Federal para discutir saídas para a situação da Unitins e o Leomar Quintanilha irá envolver o Movimento Pró-Unitins nesse debate, além de buscar junto ao MEC e ao governo federal formas de “construir a solução para retirar a Unitins dessa grave crise”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Imprensa Leomar Quintanilha

Por: Redação

Tags: Educação, Leomar Quintanilha, Unitins