Geral

Foto: Divulgação

Os Oficiais de Justiça da segunda instância, Carla Ferreira de Lima e Jesimar Costa Brandão, acompanharam na tarde desta quinta-feira 1º de outubro, o protocolo na Assembleia Legislativa do projeto de lei do Tribunal de Justiça (TJTO) que institui gratificação de 20% no salário base da categoria. Jair Brandão, representante do Sindicato dos Serventuários e Servidores da Justiça do Tocantins (SINSJUSTO), também esteve presente no ato. Os servidores aproveitaram a ocasião para agradecer a iniciativa da presidente do TJTO, desembargadora Willamara Leila, pela instituição do adicional à categoria. “Há que se destacar a sensibilidade da presidente em tomar essa medida. Pode ter certeza que a categoria de Norte a Sul do Estado está agradecida”, afirmou o Oficial de Justiça, Jesimar Brandão.

Para Carla Ferreira, o projeto de lei veio na hora certa. “A medida vem ao encontro do que estávamos esperando há muito tempo”, disse a Oficial.

De acordo com a desembargadora Willamara Leila, os servidores do Judiciário desempenham um papel importante na sociedade. Segundo a presidente, os Oficiais de Justiça são agentes de transformação social e merecem o reconhecimento pelo seu trabalho diário.

Projeto de lei

Conforme o projeto de lei, entregue no protocolo da Assembleia pela diretora geral do Tribunal de Justiça, Rose Marie de Thuim, o adicional por atividade de risco contempla toda a categoria, de primeira e segunda instância, sem restrição ao local de trabalho do servidor.

Fonte: Ascom Tribunal de Justiça