Opinião

Foto: Divulgação

Há poucos dias atrás fui perguntado pela imprensa sobre o que achava da participação de gurupienses no atual governo estadual. Disse ser minha única preocupação o fato de que praticamente todas as pessoas que tentaram me derrotar na eleição passada foram convidadas a trabalhar pelo governo Gaguim. Completei que, afora isso, ao menos em quantidade estávamos bem representados.

Alertei ainda sobre a possibilidade de montarem um governo paralelo em nossa cidade, certamente para tentar desmoralizar o trabalho que com tantos sacrifícios estamos implantando.

Sei que o oportunismo é marca registrada na vida pública de alguns políticos que não aceitam as derrotas que o eleitor lhes impõe. Não era de duvidar que logo que tivessem oportunidade fariam alguma coisa para tentar enxovalhar nossa administração e tentar tirar algum dividendo político.

Não me surpreendi, pois, quando vi em um periódico que circula na cidade uma matéria acusando-nos infamemente de não participar de uma reunião de elaboração de pré-projetos para apresentar ao Ministério Social e Combate a Fome, promovida pela Setas. Em um box, ao lado da matéria, estava a cópia de um oficio endereçado à Prefeitura de Gurupi.

O documento não foi protocolado e nem foi recebido pela Prefeitura. Mesmo assim o tal periódico teve acesso a ele. Quem enviou o documento ao jornal? Com que interesse? Este ofício só existiu para a burocracia da Setas e é datado apenas um dia antes do evento que lhe deu origem. Quem convida nessa pressa toda será que quer mesmo a participação de alguém?

Nossa equipe não medirá esforços para discutir os projetos que envolvam parceria com a Secretaria de Trabalho e Ação Social como a VII Conferência Estadual de Assistência Social, que será realizada a partir desta quarta-feira em Palmas. Determinei o mesmo comportamento cooperativo para com as outras pastas ocupadas por gurupienses, até porque não sou néscio, quero o melhor para nossa cidade.

Gostaria apenas de registrar meu pesar pela forma como estas pessoas agem. Certamente o governador Gaguim, homem inteligente que é, deve tomar as providências para que seus assessores não estraguem, por inveja ou recalque, o prestigio que ele goza entre os gurupienses.

Alexandre Abdalla - Prefeito de Gurupi

Por: Alexandre Abdalla

Tags: Alexandre Abdalla, Gurupi, Opinião, Prefeitura de Gurupi