Geral

A chapa OAB Mais Participativa, representada pelo candidato a presidente da seccional Tocantins, Julio Solimar, acusa a chapa OAB Ética do candidato à reeleição para a presidência da Ordem, Ercílio Bezerra, de estar construindo uma campanha solidificada em “parcerias e apoios” político-partidários.

Entre os políticos que estariam apoiando o candidato da chapa OAB Ética, segundo Solimar, está a Senadora do DEM, Kátia Abreu. Ainda segundo Solimar, a senadora vem participando ativamente da campanha eleitoral do grupo, segundo ele, a presença da senadora e de outros nomes da política tocantinense é constante nos eventos da chapa do atual presidente, fato que segundo Solimar, pode ser confirmado em veículos de comunicação do Estado.

Para Julio Solimar a Ordem deve se manter isenta ao partidarismo e o envolvimento vem preocupando os advogados, “a boa relação com políticos e autoridades de todos os poderes é de suma importância para a entidade, mas o que estamos vendo, são o partidarismo e o jogo de interesses, por parte da chapa OAB Ética, tomarem conta da eleição, pondo em risco a imagem da OAB-TO”, afirmou.

O ex-candidato da chapa OAB Mais, Gedeon Pitaluga, que se retirou do processo para apoiar Solimar, é outro que se preocupa com a participação política dentro da Ordem. "A Ordem independente se faz já no processo eleitoral que se inicia. Partidarizar é abrir mão da autonomia, democracia e independência que devem caracterizar a atuação da OAB", disse.

Da redação com informações Assessoria de Imprensa OAB Participativa