Geral

Foto: Ises Oliveira (Clique na foto para ampliar) (Clique na foto para ampliar)

O presidente da Assembleia Legislativa (AL), deputado Júnior Coimbra (PMDB), recebeu a embaixadora da República Dominicana, Luisa Vicioso, acompanhada de representantes da Organização Não Governamental “Casa Oito de Março” na sala da presidência, nesta quinta-feira, 29. Em pauta, o combate ao tráfico de seres humanos e a contribuição do Parlamento na questão. Também participaram do encontro a primeira-dama do Legislativo, Laudecy Coimbra, e o deputado Stalin Bucar (PR).

As visitantes pediram aos deputados apoio na causa, por intermédio da instituição de leis que coíbam este tipo de tráfico. De acordo com a embaixadora, no Brasil, há apenas um decreto federal que legisla sobre o assunto e ainda não prevê penalidades para o crime. Segundo Luisa, a criação de centros de assistência às vítimas é outra medida que ajudaria a minimizar os efeitos do problema.

Na reunião que faz parte de uma série de visitas do grupo pelo País, o Tocantins foi citado como um Estado vulnerável ao tráfico de seres humanos, principalmente nos municípios com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), e entre meninos e meninas de 17 a 24 anos, afro-descendentes com baixa escolaridade. As margens da rodovia Belém-Brasília e as divisas com os Estados do Pará e do Maranhão são as regiões de maior risco.

Durante a reunião, o presidente da Assembleia mencionou operações da Polícia Federal, realizadas no Estado que prenderam alguns criminosos. Júnior Coimbra também solicitou mais informações e ofereceu a solidariedade e o apoio da Assembleia Legislativa para a causa.

Fonte: Dicom/AL