Campo

Foto: Iranilde Gonçalves

Do básico, como arroz, milho, feijão e mandioca a deliciosas uvas, o Ruraltins - Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins, em busca de alternativas para melhorar a renda das famílias no meio rural, orienta agricultores familiares a cultivar uva na região de Novo Alegre e Nova Olinda.

O cultivo de uva no Estado, segundo o presidente do Ruraltins, José Elias Júnior, ainda é pequeno. Algumas iniciativas já foram realizadas, mas a produção ainda é baixa. “Devido ao clima do Estado, algumas variedades de frutas não se adaptam muito bem, este é o caso da uva, geralmente cultivada em regiões mais frias do País. Estamos buscando o auxílio da Embrapa - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, para que, juntos, pesquisa e extensão rural, possamos encontrar alternativa para melhorar a produção”, diz Elias.

Na região de Novo Alegre, distante 478 quilômetros de Palmas, a uva é cultivada pelo produtor rural Luis Renato Botega, em seu próprio quintal. Atualmente o produtor conta com quinze pés das variedades Itália, Niagra Rosa, Patrícia, NFS e Francesa. De acordo com o produtor, o plantio será ampliado até o fim do ano e pretende colher 3 mil e quinhentos quilos da fruta. “Plantei 15 pés como experiência e colhi cerca de 40 quilos de cada um”, diz Renato, acrescentando que vai investir na produção, de olho na comercialização para a Ceasa - Central de Abastecimento de Hortigranjeiros do Estado, instalada em Palmas.

Para o extensionista Glauco Rafael, chefe do escritório do Ruraltins de Combinado, a uva é uma experiência nova no setor da agricultura familiar e requer muitos cuidados. “Estamos nos aperfeiçoando para contribuir cada vez mais com a diversificação da produção em nosso Estado. O plantio de uva em Novo Alegre é só o início”, diz Rafael.

Já em Nova Olinda, o plantio de uva está um pouco mais avançado. A 3 quilômetros da cidade, seu Nicodemes Ferreira da Silva, um agricultor tradicional, que de tudo tem um pouco, está apostando na uva. Com seu tino para o plantio e inteligência em aprender sempre mais, plantou em sua chácara, como experiência, sete variedades de uva, em áreas pequenas. Encontrou na variedade Niagra Rosa a resistência para o clima do Tocantins. Hoje, seu Nicodemes cultiva 1.200 pés de uva em 1 hectare. “Tudo que vejo de novidade, seja na televisão, com os amigos ou em conversas com os técnicos do Ruraltins eu ponho em prática e ganho dinheiro”, diz seu Nicodemes com ar de felicidade.

De acordo com a chefe do escritório do Ruraltins de Nova Olinda, Nilda Francisco Costa Távora, o Natal de muitas famílias cadastradas nas entidades sociais do município terão um gostinho a mais. “Como seu Nicodemes comercializa parte de sua produção para o PAA - Programa de Aquisição de Alimentos, conhecido no Estado como Compra Direta Loca, as uvas chegarão à mesa das famílias”, comenta Costa.

Fonte: Secom