Geral

Foto: Divulgação

A arte e a cidadania na escola promovida pelas diversas atividades culturais como o frenético movimento do Rebolation, apresentação teatral, o movimento da dança de rua apresentada pelo grupo Street Dance, coreografia de música gospel e literatura de cordel foram algumas apresentações do dia de Ação e Cidadania que aconteceu no Colégio Municipal Gilberto Resende Rocha Filho apresentados neste final de semana para a comunidade do setor Pedroso.

A Ação de Cidadania foi promovida pela diretoria da Escola, com o respaldo da Secretaria Municipal de Educação, teve como grande parceira a Assessoria de Assuntos Comunitários (ASAC) da Unirg, que atua na integração entre Universidade e Sociedade e, que neste sábado, 28, envolveu os acadêmicos de Enfermagem, Odontologia, Medicina e Direito num programa voltado ao bem-estar aos alunos da educação básica e à comunidade entorno do setor Pedroso.

O prefeito Alexandre Abdalla destacou sobre a importância do dia de Ação Cidadã, que segundo ele busca repensar o papel da escola na formação cultural envolvendo a comunidade em torno da escola nos finais de semana. “O que está acontecendo hoje representa o pensamento da nossa gestão que é aproximar as escolas públicas com a comunidade por meio de atividades de lazer, cultura e esporte. Muitos confundem o papel social da Unirg. Inclusive são contra que ela seja parceria das ações do governo municipal como a participação na formação da cidadania das crianças, assim como a sua participação nos Postinhos de Saúde. São nestes Postinho que os alunos fortalecem os seus conhecimentos e intensificam a harmonia e a interação com os problemas da comunidade”, disse o prefeito.

O secretario de Educação Antonio Carlos Pakalolo falou da importância de promover a cidadania no dia-a-dia escolar. “É uma verdadeira revolução. Para se ter uma idéia cerca de 80 % dos pais não acompanham a vida escolar dos filhos e, ações como, chama a atenção desses pais. Todos somos responsáveis pela educação e hoje esta escola dar um grande passo para atingir esses pais. O nosso próximo passo será a inclusão do município no programa “Escola Aberta” do governo Federal, projeto este que abre a escola nos finais de semana para integrar educadores,alunos e comunidade”, frisou o secretário.

De acordo com a diretora Nilvia Aguiar de Souza a ação faz parte da política pedagógica da instituição e que a integração entre a família e o ambiente escolar é um dos desafios a serem alcançados com o projeto. “Conseguimos atingir toda comunidade e fazer com que todos participassem das atividades e isso é o mais importante. A escola aberta para pais e colaboradores”, comemorou a diretora.

Logo após a abertura oficial das atividades as crianças do ensino infantil tomaram as atenções com apresentações que emocionaram a todos. Além da sopa que foi servida a população teve a oportunidade de aferir a pressão, as crianças tiveram aplicação de flúor e foi montada também uma ouvidoria para registrar os principais anseios daquela comunidade.

Fonte: Ascom Prefeitura de Gurupi