Economia

Foto: Esequias Araújo

Na tarde desta quarta-feira, 2, o governador Carlos Henrique Gaguim recebeu em seu gabinete, no Palácio Araguaia, um grupo de investidores norte-americanos que desenvolverá um projeto de reflorestamento de eucalipto numa área de 11 mil hectares, no município de Ananás, região do Bico do Papagaio. A licença ambiental já foi concedida pelo Naturatins – Instituto Natureza do Tocantins e a intenção é fazer com que o projeto tenha início nos próximos dias. O investimento será de R$ 35 milhões.

A empresa norte-americana que fará o investimento é a Cogent Partners, que atua em diversos países na área de reflorestamento. No Tocantins, a empresa responsável por desenvolver o projeto, bem como executá-lo, é a Brazil Timber, com sede em São Paulo e com vários anos de experiência no setor. O presidente da empresa brasileira, José Leal, deu alguns detalhes sobre a iniciativa. “Nós, como gestores locais, escolhemos a área, realizamos a compra e todo o projeto técnico será de nossa responsabilidade. Escolhemos o Tocantins porque é um Estado com grande potencial”, explicou.

Depois de alguns anos, o eucalipto plantado em Ananás será utilizado na produção de celulose, carvão vegetal, e distribuído para cerrarias de vários estados. “Além da criação de dezenas de empregos para o plantio e para a manutenção, o Estado cresce com o fornecimento dos produtos e o impacto ambiental é altamente positivo”, afirmou Leal. O presidente da Brazil Timber ainda completou dizendo que “o Tocantins é o Estado onde se percebe a maior vontade política de se contribuir com investimentos desse porte. O governador demonstrou isso e estamos animados”.

De início serão investidos R$ 35 milhões, mas segundo os responsáveis pelo projeto o potencial de crescimento é ainda maior. Os investidores demonstraram que estão dispostos a realizar um trabalho a longo prazo na região do Bico do Papagaio. “A intenção é transformar a região em um polo de produção de eucalipto”, concluiu José Leal.

Fonte: Secom