Estado

Foto: Divulgação

O Estado do Tocantins será membro da Força Tarefa Internacional de Governadores para Clima e Preservação da Floresta (GCF, sigla em inglês), uma organização formada por estados e províncias de vários países que defendem a preservação ambiental. Esse foi um dos resultados do VII Fórum de Governadores da Amazônia Legal, que aconteceu nesta terça-feira, 15, em Copenhague, Dinamarca, em meio às discussões da COP 15 – Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas.

O governador Carlos Henrique Gaguim, que participou do Fórum de Governadores, destacou a importância do Tocantins estar inserido neste mecanismo internacional de preservação do meio ambiente. “O ingresso do Tocantins nessa Força Tarefa vai permitir que nosso Estado possa compartilhar tecnologias e experiências positivas para o desenvolvimento sustentável”, disse o governador.

Durante o evento, os governadores do Amazonas, Eduardo Braga; e do Pará, Ana Júlia Carepa, foram eleitos para dividir a presidência do organismo, que atualmente era exercida pelo governador do Estado da Califórnia, Arnold Schwarzenegger.

Braga e Carepa ficam à frente da GCF de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2010, com o compromisso de executar o Plano de Ação Conjunta desenvolvido pelos estados e províncias membros do grupo e assegurar que as preocupações e questões envolvendo carbono florestal subnacional sejam representadas em esforços de políticas climáticas nos contextos estaduais, nacionais e internacionais.

O CGF foi criado para implementar os termos do Memorando de Entendimento (MoU) estabelecido ano passado durante a 1ª Conferência de Governadores sobre Clima Global, assinado pelos estados brasileiros do Amazonas, Amapá, Mato Grosso, Acre e Pará, além das províncias indonésias de Aceh e Papua e dos estados norte-americanos Califórnia, Illinois e Wisconsin, provendo a fundação para a futura cooperação em diversos problemas relacionados à política climática, financiamento, troca de tecnologia e pesquisa.

Fonte: Secom

Por: Redação

Tags: Amazônia Legal, Carlos Gaguim, Estado