Geral

Foto: Clayton Cristus (E/D) Deputado Paulo Roberto, Lang, Stalin e Cléber Toledo (E/D) Deputado Paulo Roberto, Lang, Stalin e Cléber Toledo

O jornalista Cléber Toledo recebeu o título de Cidadão Tocantinense durante sessão solene na manhã desta quarta-feira (16), na Assembleia Legislativa. Durante seu pronunciamento o jornalista por diversas vezes se emocionou ao recordar passagens de sua história no Estado, sendo muito aplaudido, em todas as oportunidades em que embargou a voz.

O jornalista, precursor do jornalismo online do Tocantins, afirmou que o título concedido representa a “aliança” entre ele e o povo do Tocantins. “Sou tocantinense de coração e por adoção. E agora exibirei com orgulho esse certificado que representa a aliança entre o povo tocantinense e Cléber Toledo. As vitórias do povo tocantinense são as minhas vitórias e as dores do nosso povo são as minhas dores”, discursou.

O título foi proposto através de um projeto de lei apresentado pelo deputado estadual Stalin Bucar (PR), que também propôs o mesmo título ao promotor de justiça Fábio Lang. O deputado justificou o título ao jornalista dizendo que Toledo tem sido um ativo participante no processo político do Tocantins com as matérias escritas em seu portal de notícias. Segundo Stalin, o jornalista é respeitado por suas análises e por dizer o que outros tentam esconder.

O deputado ainda afirmou que pode perceber a bravura e disposição do jornalista de enfrentar a todos, quem quer que seja, pela verdade. “A postura de Cléber Toledo mostra que ainda há bons profissionais de comunicação no País", disse.

Fábio Lang

O promotor de justiça Fábio Lang também foi homenageado nesta quarta-feira e agradeceu aos deputados presentes pela honraria. O promotor destacou que muitas vezes suas decisões, baseadas nos princípios e ordenamentos jurídicos, não são compreendidas, até mesmo por familiares.

Stalin fez uma mea culpa e se desculpou com o promotor por também já tê-lo criticado, como no episódio em que mandou soltar 22 detentos condenados por crimes hediondos, mas que tinham direito à progressão de pena. Naquela oportunidade o deputado subiu a tribuna para criticar, desta vez subiu para dizer que depois entendeu o posicionamento do magistrado e pediu desculpas.

Confira a íntegra do discurso do jornalista Cléber Toledo ao receber o Título de Cidadão Tocantinense

"Sr. Presidente,

O jornalismo me fez ir muito longe. Através dele, cruzei de avião o Brasil, e também fui até a Europa. Através do jornalismo, tomei o trem e cruzei o Estado de São Paulo; como jornalista subi até o céu de balão, no voo mais inesquecível e suave de minha vida.

Contudo, confesso que nunca imaginei que conseguiria ir tão longe, a ponto de receber o título de cidadão do Estado que me adotou como filho, e que com tanto carinho tem me tratado ao longo desses sete anos.

Cheguei ao Tocantins no final de 2002. Foi amor à primeira vista. Quando vi em Palmas as montanhas de um lado e o lago do outro, liguei para Presidente Prudente, no interior de São Paulo, e pedi demissão. Achei minha Canaã. Daqui não saio, daqui ninguém me tira. Não adianta nem tentar.

Lembro-me das palavras de meu pastor, reverendo Eurípedes Flogêncio de Souza, ao me visitar, pouco depois de minha chegada a Palmas em definitivo, em fevereiro de 2003. Ele leu os primeiros versículos do capítulo 12 de Gênesis, que me sustentam até hoje.

Diz assim o versículo primeiro: "Ora, disse o SENHOR a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei". E diz o seguinte o versículo terceiro: "Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão benditas todas as famílias da terra".

Devo dizer, Pastor Eurípedes, que Deus honrou cada uma dessas promessas em minha vida. Por isso, a Ele toda honra e toda glória, agora e para sempre.

A profissão de jornalista não é fácil. E ser empresário de comunicação e jornalista é mais difícil ainda. Não se trata de uma empresa comum. Não vendemos roupas, sapatos, salsicha.

Nosso produto é a informação. Mas como "vender" esse produto sem ferir a democracia? Sem fazer concessão aos inescrupulosos? Essa preocupação perpassa todos os setores produtivos, mas de uma forma muito superficial, que, na maioria dos casos, não define, por si só, a qualidade da mercadoria.

Para o jornalismo e para a empresa de comunicação, essa preocupação é crucial e determinará, de forma indelével, a qualidade final do produto que será oferecido a um público que tem sede de informação, mas, principalmente, sede de cidadania.

A resposta definitiva às questões que cercam a prática mercadológica do jornalismo não é fácil de ser alcançada, e varia de veículo a veículo. Mas seja qual for a resposta, ela tem que partir de um princípio básico, conforme os jornalistas Bill Kovach e Tom Rosenstiel: a primeira lealdade do jornalismo tem que ser com o cidadão! Por isso, o Portal CT adotou como slogan "O Nosso Lado é o Seu!". Nosso maior patrimônio é nosso leitor.

É com essa visão de negócio que o CT vem surpreendendo o Tocantins e o Brasil. Estamos recebendo, em média, 1,3 milhão de acessos por mês e fecharemos 2009 com mais de 15 milhões de visitas às nossas páginas. Em um só dia chegamos a 191 mil acessos, mais de 44 mil visitantes únicos. Esse número de 44 mil Protocolos de Internet que visitaram o CT no dia 9 de setembro deste ano é superior à população de Paraíso do Tocantins, de Colinas do Tocantins e da maioria das cidades tocantinenses. Tudo isso num só dia.

Chegamos a todos os 139 municípios do Tocantins, a todos os Estados brasileiros e a mais de 80 países espalhados por todos os continentes.

Essa força do Portal CT é motivo de reflexão diária em nossa Redação, porque exige de nós muita responsabilidade no trato da informação. Temos muito que melhorar, mas temos amadurecido.

Essa confiança que é depositada em nosso trabalho, principalmente pelo povo tocantinense, responsável por 90% das visitas diárias ao CT, nos emociona e faz com que nos dediquemos ainda mais no aprimoramento de nossas técnicas e na qualidade de nossa informação.

Apesar desses números serem surpreendentes, devo dizer aos Srs., que ele é incipiente. O número de internautas é crescente no Brasil e no Tocantins. O barateamento dos computadores e dos provedores de internet, somados aos programas governamentais e privados de inclusão digital, têm feito com que cresça geometricamente, dia após dia, o total de brasileiros e tocantinenses com acesso à rede mundial de computadores.

Semana passada, o IBGE divulgou a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, a Pnad. Esse levantamento criterioso mostrou que, em apenas 3 anos, o número de internautas no Tocantins cresceu 137% - observem bem, Srs., o índice nacional de crescimento do número de internautas foi de 75,3%.

De 2005 a 2008, o número de usuários de internet mais do que dobrou no Tocantins. Há 3 anos éramos 171.600 pessoas ou 14,3% da população. No ano passado, chegamos a 406.900 pessoas ou 31,3% da população tocantinense.

E não tenham dúvida de que esse processo de inclusão digital no Tocantins só está começando. Agora vamos liderar uma nova revolução no Tocantins: a inserção do Estado no e-commerce.

Aproveito a oportunidade para render minhas homenagens a profissionais que vêm também realizando um grande e maravilhoso trabalho no jornalismo online, como é o caso do jornalista Umberto Salvador, do Conexão Tocantins; da jornalista Roberta Tum, no site que leva o seu nome; Elvecino Benício, do Correio do Povo, entre tantos outros.

Concluo, Sr. Presidente, com agradecimentos. Primeiro ao Deus ao qual sirvo e ao seu Filho, meu Senhor Jesus Cristo.

Agradeço a esta Casa de Leis, Sr. Presidente, porque tenho que dar o testemunho de que, mesmo sob críticas, nunca houve um ato antidemocrático sequer contra mim que partisse dessa Casa. Nenhum sequer - e eu sofri vários deles ao longo desses anos. E esse título que me honra é prova cabal disso. Assim, pelo espírito democrático, pela forma carinhosa com que sempre me recebe, meus agradecimentos a cada ilustre deputado desta Casa.

Agradeço a esse bravo deputado Stálin Bucar pela coragem de apresentar esse título. Obrigado, deputado, por ter sempre acreditado em mim, pelo carinho e respeito. Sabe que é recíproco, bem como minha admiração por Vossa Excelência. Gosto demais de ver Vossa Excelência discursar.

Agradeço o companheirismo de meus colegas de profissão - empresários de comunicação, jornalistas e todos os profissionais da área.

Agradeço à classe política em geral, que sempre me respaldou, confiou em meu trabalho, que me revela coisas que só foram ditas em quatro paredes e que busca e leva diariamente informação ao Portal CT.

Agradeço à minha família espiritual, a Igreja Presbiteriana do Brasil, que está na 706 Sul. Obrigado, irmãos, pelas orações, encorajamento, pelo carinho. Vocês são fundamentais em minha vida.

Agradeço à minha equipe de jornalistas, administradores, especialistas em internet, vendedores, pela dedicação e amor a essa causa.

Obrigado pela paciência, pela amizade, pelo carinho e por se apaixonar por esse projeto que não é mais meu, é do povo tocantinense.

Agradeço à minha família. Meu pai, Heitor, que sempre me inspirou por sua correção e honestidade; minha mãe, Alvina, fundamental no desenvolvimento da minha espiritualidade. A meus irmãos, Cláudio e Cleyton. Também rendo minhas homenagens a um homem, que estivesse aqui estaria muito orgulhoso e feliz: meu tio Gilberto Francisco dos Santos, que foi um segundo pai para mim, fundamental em minha vida, mas que faleceu poucos dias depois que eu cheguei ao Tocantins e sequer tive oportunidade para me despedir dele. Contudo, ele sabe que Deus tinha uma missão para mim. Acredito que um dia estaremos juntos novamente. Assim promete a Palavra de Deus.

À mulher da minha vida, Sandra. Obrigado, amor, pela paciência comigo nesses 17 anos de vida conjugal. O jornalismo, muitas vezes, teve que ter prioridade porque você sabe que, para mim, essa não é uma mera profissão, mas um sacerdócio.

Aos meus filhos, Victor e Jorge, vocês são a razão da minha vida e da minha luta. Cada vez que me desanimo, procuro observar vocês em casa: dormindo, brincando, assistindo à TV. Isso basta para que eu recobre as forças e volte para o campo de batalha.

Meu sonho é que eu possa contribuir para a construção de um Tocantins, de um Brasil e de um mundo melhores para vocês. Vocês estão se tornando grandes homens. É só isso que espero de vocês e só isso que peço a Deus.

Agradeço ao povo do Tocantins. Nossa postura firme em defesa dos interesses públicos é o mínimo que podemos fazer para essa gente que tem demonstrado tanta confiança em nosso trabalho, que me pára nas viagens pelo interior, nas ruas da capital, para falar de política, para me oferecer seu carinho, para pedir para denunciar isso ou aquilo.

Essa homenagem que recebo do povo tocantinense, através de seus representantes, aumenta ainda mais essa vontade de trabalhar por este Estado para vê-lo se desenvolver e se tornar exemplo para o País.

Saibam todos que aqui resolvi morar, criar meus filhos. É daqui que quero ver meus netos nascerem. E é aqui que quero terminar os meus dias.

Sou tocantinense de coração e por adoção. E agora exibirei com orgulho esse certificado que representa a aliança entre o povo tocantinense e Cleber Toledo. As vitórias do povo tocantinense são as minhas vitórias e as dores do nosso povo são as minhas dores. Com esse povo, quero sorrir e chorar pelo resto de minha vida. Obrigado, Tocantins!