Geral

Foto: Alberto Ruy Eduardo Rocha alerta especialmente adolescentes para não abusar da sorte Eduardo Rocha alerta especialmente adolescentes para não abusar da sorte

Para aqueles que optaram por correção visual por meio de lentes de contato terapêuticas é importante lembrar que os cuidados com a higiene e com o tempo de utilização não tem feriado de Natal, de Ano Novo e não tiram férias. Algumas precauções devem ser tomadas durante este período para evitar lembranças incômodas.

Se o roteiro de descanso deste fim de ano leva à piscina, prática de esportes, praia e muita festa, um dos alertas fundamentais do oftalmologista do HOB Palmas, Eduardo Rocha, especialmente para adolescentes, é não abusar da sorte. Mergulhar com as lentes, por exemplo, é prática que precisa ser descartada. Se a correção for imprescindível mesmo nesse momento, o conselho do médico é procurar o oftalmologista e solicitar orientação para obter um jogo de lentes descartáveis. “A solução é prática, e o ideal é não reutilizar as lentes após mergulhar em piscinas ou rios”. O risco de infecção corneana por amebas é real nestes casos, explica.

Cuidados

Os cuidados não se restringem somente a hora de entrar na água. É importante também evitar o uso das lentes na beira da praia. O vento, a maresia, o suor, a oleosidade da pele e outros fatores ambientais e orgânicos, frequentemente acarretam o aparecimento de depósitos que podem levar à inutilização da lente por desenvolvimento de fungos ou problemas que em alguns casos afetam severamente a córnea, adverte Rocha. Algumas dicas do oftalmologista do HOB para evitar riscos de incomodações com as lentes de contato durante o período de descanso:

1) Por mais cansado que esteja, sempre retire as lentes de contato para dormir;

2) Coloque as lentes de contato em um produto asséptico após o uso;

3) Lubrifique o olho com produtos recomendados pelos profissionais de oftalmologia;

4) Tenha bom senso para não continuar usando uma lente rasgada, com sinais de irregularidades ou de resíduos sólidos. Insistir pode resultar em uma ceratite e levar a uma lesão grave na córnea;

5) Sempre carregue o estojo das lentes de contato com o produto asséptico e o lubrificante. Diante de qualquer desconforto, tire as lentes e guarde;

Higiene

Estojo, lentes e olhos devem estar sempre limpos. Nesse aspecto, não é possível relaxar, frisa Eduardo Rocha ao orientar que, ao primeiro sinal de olho vermelho, irritação, lacrimejamento ou dor, o uso das lentes deve ser descontinuado imediatamente e o usuário deve procurar logo um especialista onde estiver.

Atenção à limpeza e conservação do estojo onde são guardadas as lentes:

1) Remova o produto asséptico diariamente, ou a cada utilização das lentes de contato. Nunca reutilize o produto;

2) Uma vez por semana, escove o estojo usando somente água. O estojo deve ser fervido por 10 minutos.

Ceratite

Manifesta-se como uma inflamação da córnea que pode acarretar desde um déficit visual à perda da visão. É um processo que evolui lentamente mas pode ser rápida com a perfuração da córnea. Entre os diferentes tipos de ceratites, há os relacionados à higienização das lentes de contato. Alguns sintomas podem ser dor, lacrimejamento, fotofobia, diminuição de visão, secreção purulenta e secreção de pálpebra.

Fonte: Assessoria de Imprensa HOB Palmas

Por: Redação

Tags: Ceratite, Eduardo Rocha, HOB Palmas, Oftalmologia