Meio Ambiente

O presidente do Naturatins - Instituto Natureza do Tocantins -, Stalin Beze Bucar assinou em dezembro de 2009 um convênio para custear a execução do Projeto de Mapeamento de Áreas de Risco de Acidentes com Produtos Químicos Perigosos com a Secretaria de Mudanças Climáticas e Qualidade Ambiental, do Ministério do Meio Ambiente.

O convênio foi publicado na última sexta-feira, 22 no DOU - Diário Oficial da União no valor de R$ 758.125,58 sendo que 85.205,00 foi o valor de contrapartida do órgão.

O Mapeamento será realizado na Rodovia BR-153, no trecho que liga Paraíso do Tocantins a Guaraí, e tem como objetivo conhecer os pontos vulneráveis e propícios para ocorrências de acidentes com produtos químicos que podem causar maiores impactos ao meio ambiente e a saúde humana.

Para o presidente do Naturatins, o mapeamento deverá estabelecer as diretrizes necessárias para autuação dos órgãos e entidades integrantes da Comissão Estadual do P2R2 – Plano Nacional de Prevenção Preparação e Resposta a Emergências Ambientais com Produtos Químicos Perigosos em situações emergenciais de acidentes.

Segundo o coordenador de Monitoramento de Atividades e Empreendimentos, Fabrizio Fonseca o mapeamento vai possibilitar que os órgãos possam realizar medidas coordenadas de modo que os resultados esperados possam ser alcançados, embasados em programas de capacitação específicos no atendimento de emergências.

O projeto já está pronto para execução, tendo sua validade até 31 de agosto de 2011. O plano de trabalho foi dividido em cinco metas para serem executados durante a vigência do convênio.

Fonte: Ascom Naturatins