Meio Ambiente

Foto: Nacim Borges

Uma equipe de técnicos da Secretaria de Recursos Hídricos e Meio Ambiente (SRHMA) e da Secretaria de Infra-Estrutura está em Brasília nesta quarta-feira, 3, para uma reunião na sede do Banco Mundial – Bird - para discussão da minuta do acordo entre o Governo do Estado e o Banco Mundial, que prevê um contrato de doação de US$ 3 milhões de dólares destinados a projetos ambientais.

O projeto tocantinense contemplado foi o Cerrado Sustentável do Tocantins, elaborado pela SRHMA e direcionado para a conservação da biodiversidade do cerrado.

A equipe do Governo discutirá nesta reunião como o Bird os detalhes deste acordo para a assinatura entre o Governo do Estado e o Banco Mundial, que deverá acontecer até julho deste ano. Após a assinatura, a previsão é que a liberação de parte destes recursos deva acontecer até o segundo semestre.

Segundo o secretário de Recursos Hídricos e Meio Ambiente, Fábio Lélis, esta reunião estabelecerá a negociação para os termos da minuta do acordo de doação. “Nossa expectativa é agilizar todas as etapas para que possamos realizar a assinatura e a liberação de cerca de US$ 500 mil ainda para este ano”, disse, acrescentando que estes recursos serão de extrema importância para o início deste trabalho de preservação deste importante bioma.

Dados do Projeto

A iniciativa GEF Cerrado Sustentável, projeto que nasceu de uma parceria entre o Ministério do Meio Ambiente – MMA, o Fundo para o Meio Ambiente Global - GEF e o Banco Mundial (Bird), atuará na parte Leste do Estado, área com cerca de 116 mil km2 (42% do Estado), onde se concentram as áreas mais preservadas do Cerrado.

 

Fonte: Secom