Geral

Foto: Renato Alves

O ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, a convite da vice-prefeita de Palmas Edna Agnolin, participa nesta segunda-feira, 22, às 15h, no Espaço Cultural, da cerimônia de formatura dos cursos do ProJovem Trabalhador, em Palmas. Cerca de mil alunos receberão os certificados de conclusão de curso nas áreas de vestuário e administração.

“Será uma honra receber o ministro Lupi. Ele que tanto tem contribuído com o nosso Estado, em especial com a nossa capital, através da qualificação profissional dos nossos jovens e com os incentivos ao crescimento socioeconômico da região, entre eles, o Polo de Confecções” pontuou a vice-prefeita e presidente do Polo de Confecções do Tocantins, Edna Agnolin.

Edna afirma que a visita será uma oportunidade para que o ministro veja os resultados positivos do ProJovem na capital. “O Lupi é um histórico defensor da educação profissional como eixo da política de geração de emprego e promoção da cidadania. Tenho certeza que ele se encantará com os resultados do aprendizado e com a dedicação dos nossos alunos” finalizou orgulhosa, a vice-prefeita.

Mercado de Trabalho

Os cursos do ProJovem Trabalhador, sob a coordenação da superintendente municipal do Trabalho e Emprego, Ildemar Barbosa, focaram em áreas de trabalho em franca expansão e tiveram duração de 6 meses, somando 350 horas. Durante esse período os participantes receberam uma Bolsa de Auxílio Financeiro no valor de R0 por mês. Os jovens receberam qualificação profissional, acesso a ações de cidadania, esporte, cultura e lazer e partir de agora serão inseridos no mercado do trabalho.

Em parceria firmada com o Polo de Confecções do Tocantins, os alunos do ProJovem Trabalhador, receberão apoio no que se refere a inserção no mercado de trabalho. É o que explica a vice-prefeita de Palmas e presidente do Comitê Gestor do Polo de Confecções do Tocantins, Edna Agnolin:

“O Polo de confecções já está trabalhando no sentido de viabilizar a inserção dos jovens no mercado de trabalho” . A presidente relata que antes mesmo da conclusão dos cursos alguns jovens, que se sobressaíram devido significativa carga de situação prática, já estão trabalhando.

Fonte: Ascop