Esporte

Durante a sessão da manhã desta quarta-feira, 24, na Assembleia Legislativa o assunto que gerou discussão entre os parlamentares foi o investimento no esporte do Tocantins. Em seu discurso, o deputado César Halum (PPS), que é de Araguaina levantou a relevância de se acompanhar o clube da cidade, o Araguaina Futebol e Regatas em competições nacionais este ano - o time disputa nesta quarta-feira com o Guarani de São Paulo, uma vaga na próxima fase da Copa Brasil. O parlamentar citou a falta de apoio ao time neste momento que o próprio Halum chamou de “grande visibilidade para o Estado”.

Em seu discurso, o deputado José Geraldo de Melo (PTB) retrucou o Cesar Halum, dizendo que faltam recursos para o esporte de forma geral em todo o Tocantins, e que um investimento exclusivo em apenas um clube de futebol seria inviável.

Como resposta, o deputado de Araguaina ressaltou mais uma vez a visibilidade que uma partida em uma competição nacional dá ao Estado, e que este jogo requer investimentos superiores aos R$ 20 mil colocados à disposição do time conhecido como “Tourão do Norte”. De acordo com Halum, essa falta de investimento no time do norte do Estado se dá apesar de o Secretário Estadual de Esporte, Ricardo Abalem, ser de Araguaina.

O deputado Raimundo Palito (PP) lembrou, em entrevista coletiva, que em anos anteriores foram liberados recursos de R$ 150 mil para os times que disputaram a mesma competição, e no ano de 2010 este repasse foi de apenas R$ 20 mil.

De acordo com ambos os deputados de Araguaina, houve falta de atenção por parte do secretário. Segundo os parlamentares, um dos argumentos usados pelo secretário foi a falta de movimentação por parte dos parlamentares da região norte do Tocantins. Mas de acordo com Halum, no ano passado o repasse saiu para o time de Palmas, “e agora que é de Araguaina, não pode?”, finalizou o deputado.