Economia

Foto: Divulgação

A carne bovina e derivados são os principais produtos exportados do Tocantins, de acordo com o registro da Secretaria de Comércio Exterior (Secex). O volume de negócios nos dois primeiros meses do ano chegou a US$ 15,898.176.00, já em 2009 foi de US$ 4,799.176.00 (valor incluindo o F.O.B, preço de frete pago pelo exportador até o porto de embarque para a exportação). A expectativa é que esse crescimento continue nos meses de março, abril e maio, segundo perspectiva apontada pelo secretário da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Tocantins, Roberto Sahium, com a comercialização da soja.

Os números da Secex apontam que o agronegócio é responsável por 99,91% desta comercialização. “Esses dados são resultado das políticas públicas pautadas pelo Programa Tocantins Rural 2007/2010, que apóia o homem do campo com ações de valorização e com aparelhamento para planejar, normatizar e gerir as políticas públicas agrícolas, das quais fazem parte a defesa agropecuária, a assistência técnica e extensão rural, a regularização fundiária, o crédito agrícola para a agricultura familiar e o apoio empresarial". É o setor produtivo que propulsiona a economia no estado do Tocantins. Precisamos acreditar que é no campo que está a riqueza do país, completa o secretário.

Como agronegócio brasileiro, o índice nacional de aumento nas exportações foi de 20,6%. A carne de frango, carne bovina, açúcar, farelo de soja e produtos florestais foram os itens que mais contribuíram para crescimento das exportações. O crescimento da receita da carne bovina in natura de 42,6% no período (de US$ 186 milhões para US$ 265 milhões) é um dos destaques dos embarques do segundo mês do ano. No total, as exportações de carnes bovina, suína e de frango aumentaram 24,5%, passando de US$ 781 milhões em fevereiro de 2009 para US$ 973 milhões no mês passado.

Destinos

As exportações no período subiram para a maioria dos blocos econômicos e regiões com destaque para Europa Oriental (76,3%), Oriente Médio (40,1%) e Ásia (32,8%). Os resultados positivos também foram registrados considerando a análise por país. As vendas externas para Rússia (86,7%), Índia (153,5%), Irã (185%), Tailândia (375,6%), Marrocos (81,5%) e China (37,4%) são as mais expressivas.

Fonte: Secom

Por: Redação

Tags: Agronegócio, Economia, Roberto Sahium