Geral

As secretarias estaduais da Cidadania e Justiça e do Planejamento iniciaram nesta semana a realização de mobilizações nas 21 comunidades quilombolas do Tocantins, para que estas participem do II Encontro Estadual Quilombola, que será realizado no período de 28 de maio a 3 de junho, na cidade de Natividade, sudeste do Estado.

Uma equipe coordenada pela historiadora Leonídia Coelho estará nesta quinta-feira, 29, nas comunidades Grotão, em Filadélfia; Baviera, em Aragominas; e Cocalinho, em Santa Fé do Araguaia. Outra equipe da Seplan também irá fazer mobilizações nas comunidades.

O projeto denominado “Inclusão, fortalecimento e desenvolvimento cultural, econômico e social das Comunidades Negras Rurais Quilombolas do Tocantins” está sendo desenvolvido em várias etapas, culminando com a realização de uma feira com produtos alimentícios, artesanatos e mostra artística.

Pelos estudos feitos nas comunidades quilombolas durante a realização do projeto de levantamento histórico, muitas pérolas culturais foram registradas como a dança do Lindô, da Comunidade de Cocalinho; e a dança de São Gonçalo, em Lagoa da Pedra, Arraias. Essas riquezas serão apresentadas no II Encontro Quilombola.

O projeto será desenvolvido pelo Governo do Estado numa ação integrada entre as secretarias da Cidadania e Justiça, do Planejamento, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Itertins - Instituto de Terras do Tocantins, da Fundação Cultural do Tocantins e outras instituições.