Geral

Foto: Madson Maranhão/Seagro

Ao completar 10 anos em serviços dedicados aos produtores rurais, a Agrotins 2010 mostra mais uma vez as mais novas tecnologias para o meio rural. O tema “Manejo e Uso Sustentável da Água e do Solo na Agropecuária”, além de revolucionar as técnicas agrícolas, reforça as possibilidades de produção agropecuária com responsabilidade social, econômica e ambiental. A feira acontecerá de 4 a 8 de maio, em Palmas.

Uma das inovações é o projeto modelo de uma “casa inteligente” para a zona rural. Aliada à inovação, será construída uma minifazenda, com a criação de gado da raça Jersey, com uso de tecnologias de aproveitamento. A proposta é utilizar melhor os meios disponíveis na natureza, tais como a energia solar, a água da chuva e resíduos orgânicos.

Casa

A casa é totalmente simples, adaptada para redução dos custos, aliada à preservação da natureza. As paredes de adobe são produzidas de barro, misturado com capim e apenas 10% de cimento, tornando o ambiente interno mais agradável.

No telhado, serão instaladas placas solares para abastecer a casa com energia elétrica, o que servirá para os aparelhos domésticos, lâmpadas e demais utilidades. Da minifazenda, será aproveitado, além do leite da vaca, o esterco do gado, para a produção do biogás, combustível orgânico para uso diário no fogão.

Segundo o secretário da Agricultura, Roberto Sahium, esse sistema propõe um novo conceito de construção rural para a qualidade de vida dos produtores. “A nossa meta é mostrar para o Tocantins, Brasil e o mundo que é possível criar um ambiente mais saudável, utilizando a tecnologia do campo em prol do bem estar social”, disse Sahium.

Fonte: Secom

Por: Redação

Tags: Agrotins, Roberto Sahium