Geral

O setor da indústria no Tocantins registrou um aumento de 1.629% no volume de empréstimos concedidos pelo BNDES - Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, no primeiro trimestre deste ano. O valor que era de R$ 1.243 milhão saltou para R$ 21.502 milhões, segundo balanço apresentado pelo Posto de Informações do BNDES, sediado na Fieto – Federação das Indústrias do Estado do Tocantins. Este resultado contraria a tendência de crescimento nacional, apresentada neste período, que indicou uma queda de 2% no repasse destes valores para a indústria.

O resultado nacional, que engloba todos os setores da economia, foi recorde para o período, impulsionado pelo setor de infraestrutura, com a liberação de R$ 9,9 bilhões, crescimento de 46% sobre o ano passado. O setor ficou com 40% dos empréstimos concedidos pelo banco nos três primeiros meses do ano. Neste segmento, o Tocantins teve um desempenho inferior ao do ano passado, registrando uma queda de 72%.

Nos demais setores da economia, a agropecuária recebeu empréstimos de R$ 2,6 bilhões, o comércio, R$ 5,2 bilhões e a indústria, R$ 7,7 bilhões, equivalente a 30% dos empréstimos do banco. O setor da agropecuária no Tocantins também se destacou ao receber empréstimos de R$ 33.156 milhões. O comércio recebeu R$ 12.111 milhões. A liberação de empréstimos concedidos pelo BNDES no Tocantins no primeiro trimestre, representou 0,87% do volume nacional de R$ 221.166 milhões.

No Tocantins, as empresas de micro e pequeno porte foram as que apresentaram maior crescimento no valor repassado pelo banco, tendo um aumento de 273% e 64% respectivamente. Já as médias e grandes empresas tiveram redução de 22% e 72% no valor desembolsado no primeiro trimestre de 2010.

As orientações sobre como conseguir financiamento do Banco são disponibilizadas no Posto de Informações do BNDES em Palmas e/ou Gurupi, na sede da Fieto.

Fonte: Assessoria de Imprensa Fieto

Por: Redação

Tags: BNDS, Fieto, indústria