Geral

Foto: Delfino Miranda

Movidos pela fé e a tradição, os moradores de Natividade, cidade a 200 km de Palmas, e do entorno, realizaram neste domingo, 23, o encerramento da Folia do Divino Espírito Santo. O governador Carlos Henrique Gaguim dirigiu-se ao município, especialmente, para acompanhar o último dia da festa, que começou há 40 dias com as andanças pelas fazendas e povoados da região.

A primeira parada de Carlos Gaguim, na cidade, foi na casa do Imperador Julio Dias Rocha e da Imperatriz Florinda Teixeira Belém Rocha, onde tiveram início os preparativos rumo à coroação, que aconteceu na Igreja Matriz de Nossa Senhora de Natividade. “É uma emoção muito grande, é a fé que nos move nesta festa”, lembrou o Imperador Julio, de 41 anos, e que acompanha a folia sendo passada de pai para filho na sua família. Julio agradeceu ainda a participação do governador na festa.

Em seguida, Carlos Gaguim acompanhou o cortejo, que tem à frente a bandeira do Divino Espírito Santo - de cor vermelha e como símbolo a pomba branca - alferes, os sete dons do Espírito Santo, anjos e a família do imperador pelas ruas de Natividade até a igreja onde foi realizada a missa.

Após a cerimônia, Carlos Gaguim pediu um minuto de silêncio aos presentes e uma oração especial em homenagem à família do padre Rubens Almeida Gonçalves, assassinado em Campos Belos (GO), e pela morte de sua mãe Maria Joselina Gonçalves, 73 anos, que veio a falecer depois de um ataque cardíaco ao saber da morte do filho. A família era natural da região Sudeste do Estado.

O governador declarou que seu objetivo como administrador é trabalhar noite e dia para fazer do Tocantins um lugar melhor para todos viverem, com igualdade e justiça. Ressaltando a importância cultural e religiosa da festa para o Tocantins, Carlos Gaguim afirmou ainda ser um devoto do Divino. “Há mais de dez anos eu participo da Festa do Bonfim, da Folia, uso a roupa vermelha em sinal de devoção. Nosso mandato é passageiro, mas as ações do Divino são eternas”. Deputados estaduais, federais e secretários de Estado acompanharam o governador.

Devoção

Acompanhando os 40 dias de festa, a moradora de Chapada da Natividade, Rosária Silva Lima, 62 anos, há 23 anos participa da folia e lembra que é um momento de evangelização da população. “Eu recebo a folia, participo e vejo como é bonita esta festa, este momento de fé e louvor”, acrescentou.

Ela explica que o giro realizado neste período representa a andança de Jesus Cristo e de seus apóstolos. A folia leva também a mensagem de ressurreição de Jesus e da vinda do Espírito Santo.

A folia terminou com o sorteio do novo imperador, aquele que será responsável pela festa em 2011; Luciano Pereira Pinto.

Fonte: Secom

Por: Redação

Tags: Carlos Gaguim, Folia do Divino, natividade