Geral

Assim como na eleição indireta de setembro do ano passado, o partido Social Democrático Cristão – PSDC resolveu lançar candidatura própria para o pleito estadual de outubro. O presidente estadual da legenda, Professor Adail Carvalho é o candidato que será lançado pelo partido.

O vice-presidente do partido, Edir da Silva afirmou ao Conexão Tocantins que até o dia 20 a sigla estará buscando fechar a formação da majoritária. Edir deve ser indicado para uma das duas vagas ao Senado.

“Nós participamos da eleição para o mandato tampão e vamos participar agora para mostrar o projeto que temos para o Estado”, frisou. O partido mesmo tendo apenas 1220 filiados em todo o Estado acredita que pode polarizar o processo eleitoral.

 

“Precisamos de novas lideranças, de mais opções para os tocantinenses. O PSDC tem um projeto de desenvolvimento para o Estado e vamos mostrar isso mesmo tendo apenas um minuto e meio na televisão”, afirmou.

Edir diz ainda que para a corrida presidencial o partido vai lançar José Maria Eymael. “Temos candidato à presidência e aqui no Estado temos todo apoio da nacional para participarmos com candidatura própria”, frisou.

O partido fez contato com lideranças do ex-governador Siqueira Campos (PSDB) e também com o governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB) mas decidiu lançar uma chapa puro sangue para a disputa.

Quatro candidatos

Com a candidatura do partido, a disputa para o governo passa a ter quatro pré-candidatos ao governo: Paulo Mourão (PT), Carlos Gaguim (PMDB), Siqueira Campos (PSDB) e Adail Carvalho (PSDC).